20 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, setembro 25, 2020
- Publicidade -

Três barragens da Vale entram em alerta máximo para risco de rompimento

- Publicidade -
- Publicidade -

Na noite desta quarta-feira (27), três barragens em Minas Gerais, a B3/B4, em Macacos, e as Forquilhas 1 e 3, em Ouro Preto, entraram em alerta máximo para risco de rompimento. A informação é de que houve alteração no nível de segurança, passando de 2 para o 3.  Em termos técnicos, isso significa “rompimento ou risco iminente de rompimento”.

Esta é a segunda vez em pouco mais de um mês que as sirenes são disparadas na barragem B3/B4, em Macacos, no distrito de Nova Lima, na região Metropolitana de Belo Horizonte. A alteração no nível de segurança partiu da Agência Nacional de Mineração (ANM). Até o momento, não houve rompimento e nem nova retirada de moradores.

De acordo com a Defesa Civil, cerca de cinco mil moradores da região vão ser treinados nos próximos dias. Ainda de acordo com o órgão, as estruturas em risco são monitoradas vinte e quatro horas por dia.

Sobre as barragens Forquilhas 1 e 3, em Ouro Preto, a Vale informou que as sirenes foram acionadas de forma preventiva e fazem parte do Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM).

- Publicidade -

No dia 20 de fevereiro, os moradores da região que poderiam ser atingidos pelo rompimento das duas barragens foram retirados de suas casas. A Defesa Civil ainda informou que os moradores de Itabirito, vizinha de Ouro Preto, devem ser treinados para agir em caso de possível ruptura

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

- Publicidade -