22 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, setembro 30, 2020
- Publicidade -

Premiê espanhol diz que nunca acatará referendo na Catalunha

- Publicidade -
- Publicidade -

Sob pressão de oposicionistas, o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, disse hoje (9) que nunca aceitará um referendo para votar a independência da Catalunha. Partidos de direita convocaram manifestações para este domingo (10), depois que o governo do Partido Socialista espanhol concordou em instituir um comitê para discutir a autonomia para a região.

Depois de romper o diálogo com os separatistas catalães na tentativa de salvar o Orçamento de 2019 na Espanha, Sánchez disse que quem defende um referendo na Catalunha “precisa refletir” porque “a autodeterminação não é constitucional e nunca será aceita por nós”.

“Dentro da Constituição, tudo. Fora dela, nada”, destacou o primeiro-ministro num ato político do Partido Socialista no município de Baracaldo, na região do País Basco. Em 26 de maio, a Espanha promoverá eleições gerais.

* Com informações da Télam, agência pública de notícias da Argentina

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

Futebol: Senado aprova suspensão de pagamento de dívidas dos clubes

Com 72 votos a favor e um contrário, o projeto que suspende o pagamento das parcelas de dívidas no âmbito do Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut) durante a pandemia de covid-19 foi aprovado pelo Senado nesta terça-feira (29). Como sofreu modificações, o texto retorna para a Câmara dos Deputados.

Veja quem são os cinco deputados do RJ que julgarão impeachment de Witzel

Na tarde desta terça-feira (28), foi a vez dos deputados da...

No RJ, ações socioeducativas deixam pasta da Educação e passam à Segurança Pública

Na tarde desta terça-feira (29), a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro...
- Publicidade -