25.8 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, setembro 25, 2020
- Publicidade -

Após repercussão negativa, governo deve manter monitoramento a parentes de políticos

- Publicidade -
- Publicidade -

O Banco Central colocou no último dia 17 um edital em consulta pública pelo fim do monitoramento obrigatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras, o Coaf, a parentes de autoridades do rol de pessoas cujas movimentações financeiras são monitoradas com “especial atenção”.

A regra atual diz que as instituições financeiras e empresas reguladas pelo Coaf “devem dedicar especial atenção às operações ou propostas de operações envolvendo pessoa exposta politicamente, bem como com seus familiares, estreitos colaboradores e ou pessoas jurídicas”. No texto da consulta pública, o trecho da regra que diz que o Coaf deve vigiar os parentes e colaboradores das autoridades foi retirado.

O Banco Central alega que a proposta “não isenta os bancos de monitorar transações suspeitas de parentes de pessoas politicamente expostas”, e que “na verdade torna mais rígidos, abrangentes e eficientes os controles das instituições financeiras para a prevenção à lavagem e dinheiro e ao financiamento do terrorismo”.

No entanto, diante da repercussão negativa sobre o tema, a tendência é que o governo não altere mais a regra. O Banco Central irá receber sugestões de alterações ao texto até o dia 18 de março e pode acatá-las ou não na edição final da norma, prevista para 2020.

- Publicidade -

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, falou sobre o assunto em Davos, na Suíça. Moro disse que “é só uma consulta pública, e não uma decisão final” e que é necessário “entender melhor por que os reguladores do Banco Central estão propondo essa medida”.

Reportagem, Paulo Henrique Gomes

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

Titãs lançam EP3 do projeto “Trio Acústico”

Oito faixas fecham o ciclo da série Titãs Trio Acústico, disponível nas plataformas de música

Shopping Leblon inaugura Bo.bô e Nooma

A marca de roupas e o restaurante já estão em funcionamento no 3º piso

Bar do Zeca Pagodinho – Em Casa! encerra o mês de setembro celebrando Arlindo Cruz

O projeto "Bar do Zeca Pagodinho - Em casa!" chega na sua última semana de homenagens ao mestre Arlindo Cruz durante o mês de setembro, mês em que o compositor completou 62 anos.  
- Publicidade -