- Publicidade -  
Início Sociedade Jean Wyllys desiste de mandato e sairá do Brasil após ameaças

Jean Wyllys desiste de mandato e sairá do Brasil após ameaças

- Publicidade -

Jean Wyllys, deputado federal pelo PSOL do Rio de Janeiro, que iria cumprir seu terceiro mandato, vai abrir mão do cargo.

Em entrevista à ‘Folha de S.Paulo’, Wyllys disse que não pretende mais morar no Brasil em razão das ameaças de morte que vinha recebendo. Ele se dedicará à vida acadêmica.

- Publicidade -

O ex-BBB, que não conseguiu se reeleger, mas garantiu seu mandato devido ao Quociente Eleitoral, contou que passou a andar com escolta armada após o assassinato de Marielle Franco, também do PSOL, em março de 2018.

As ameaças de morte, já presentes há anos, aumentaram e fizeram ele abandonar a vida pública. “O Pepe Mujica [ex-presidente do Uruguai] quando soube que eu estava ameaçado de morte, falou para mim: ‘Rapaz, se cuide, os mártires não são heróis’. E é isso, eu não quero me sacrificar”, afirmou.

Outro motivo elancado por Wyllis foi o fato de familiares de um ex-PM suspeito de chefiar a milícia investigada pela morte de Marielle ter trabalhado para o senador eleito Flávio Bolsonaro.

“Me apavora saber que o filho do presidente contratou no seu gabinete a esposa e a mãe do sicário. O presidente que sempre me difamou, que sempre me insultou de maneira aberta, que sempre utilizou de homofobia contra mim. Esse ambiente não é seguro para mim”, acrescenta.

- Publicidade -