23 C
Rio de Janeiro
domingo, setembro 20, 2020
- Publicidade -

Atacante Alan revela que quer voltar para o Fluminense

- Publicidade -
- Publicidade -

O atacante Alan, que foi revelado pelo Fluminense e hoje brilha na China, revelou que quer voltar em breve par o Tricolor das Laranjeiras.

O jogador, que vive grande fase no Guangzhou Evergrande, da China, se declarou ao Tricolor das Laranjeiras e revelou o desejo de voltar e mostrou grande identificação com o Flu.

O atacante está há oito anos fora do Brasil, mas ainda recebe mensagens de torcedores  constantemente por meio de suas redes sociais para um possível retorno.

>
>
>

Reforçar o clube carioca está nos planos do atleta do Guangzhou Evergrande. Aos 28 anos, o atacante foi revelado pelas categorias de base do Tricolor das Laranjeiras e defendeu o clube entre 2008 e 2010.

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

É possível ganhar a vida com apostas esportivas?

Quem nunca sonhou em ganhar muito dinheiro todos os meses sem fazer muito esforço? Não é à toa que as apostas desportivas online estão a crescer rapidamente em todo mundo.

Resultados dos jogos de hoje do Brasileirão Assaí Série A 2020

Quatro partidas agitam o dia de futebol no Brasileirão: Grêmio x Palmeiras, Coritiba x Palmeiras, Botafogo x Santos e...

Série B: Figueirense sai do Z-4, CSA deixa a lanterna e Cuiabá se isola na liderança

Azulão bateu o Cruzeiro, Dourado levou a melhor diante do Oeste e Figueirense venceu o América-MG fora de casa....

Escola.Rio: Programa na Band Rio terá conteúdo curricular para o 9º ano na semana de 21 a 26 de setembro

Alunos ganharão reforço de Matemática, Língua Portuguesa, Ciências, História e Geografia na faixa 7.1 da TV aberta

Nota oficial – adiamento de partida da Série D do Campeonato Brasileiro

Partida entre o Guarany Sporting Club e o Salgueiro...

Estado do Rio de Janeiro teve R$ 6,1 bilhões roubados em 20 anos de corrupção

Os esquemas de corrupção no Rio de Janeiro, conhecidos como propinodutos movimentaram, segundo denúncias, mais de R$ 6,1 bilhões desde 1999
- Publicidade -