20 C
Rio de Janeiro
terça-feira, setembro 22, 2020
- Publicidade -

Marlene é a homenageada do Recordar é TV

- Publicidade -
- Publicidade -

O Recordar é TV celebra uma das mais famosas Rainhas do Rádio: a cantora Marlene. A atração resgata a entrevista da cantora ao programa Advogado do Diabo, da antiga TV Educativa do Rio, exibido na década de 80. Recordar é TV vai ao ar amanhã, dia 20, às 22h45, na TV Brasil.

 

No programa, Marlene é entrevistada por Fernando Pamplona, Albino Pinheiro e Fernando Lobo. Marlene, que era conhecida pela sua ousadia, força e carisma, fala sobre a Rádio Nacional, os desfiles no carnaval, suas performances no teatro e muito mais.

>
>
>

 

- Publicidade -

Estrela da era do rádio no Brasil, Marlene fez sucesso junto a Emilinha Borba e outras vozes surgidas na década de 40. Seu nome de batismo era Victória Bonaiutti de Martino. Marlene nasceu em 1922, no bairro da Bela Vista, em São Paulo, e era filha de imigrantes italianos. Na entrevista, Marlene revela que o seu nome artístico não é uma homenagem à atriz alemã Marlene Dietrich.

 

“Não foi por causa da Marlene Dietrich, não. Podia ser qualquer outro nome: Anastácia, Maria do Anzóis”, brinca a cantora, ao lembrar que a mudança de nome foi para que seus pais, extremamente conservadores, não descobrissem que era cantora.

 

Por volta de 1940, Marlene já cantava na Rádio Tupi. Quando foi descoberta pela mãe, resolveu se mudar para o Rio de Janeiro, vencendo em 1949 o concurso Rainha do Rádio, promovido pela Rádio Nacional. O verso da música “Cantoras do Rádio”, imortalizada na voz de Carmem Miranda, é uma homenagem a Marlene e outras estrelas da época, como Emilinha Borba, Linda e Dircinha Batista.

 

Marlene teve seu primeiro álbum lançado em 1946. Era um compacto com as canções “Coitadinho do Papai” e “Um Ano Depois”. Sua produção foi ininterrupta até o ano de 1979, com “Rainhas do Rádio”. Depois, lançou  mais quatro discos: “Há Sempre um Nome de Mulher” (1987); “Os Ídolos do Rádio” (1988); “Marlene, Meu Bem” (1996) e o último: “Estrela da Manhã” (1998). Marlene morreu aos 91 anos, em 2014.

 

Serviço

Recordar é TV – terça-feira, dia 20, às 22h45,  na TV Brasil

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

Record New lidera no domingo contra os canais de notícias no PNT e também se destaca no Pay TV

Neste domingo, 20/09, a Record News liderou a audiência...

Shopping Leblon arrecada brinquedos para doação

Itens em bom estado de conservação serão entregues para comunidade no entorno do empreendimento. Iniciativa envolve 11 shoppings da administradora Aliansce Sonae

Horóscopo de terça-feira 22 de setembro de 2020

Confira a previsão do horóscopo para o dia 22 de setembro de 2020 e fique por dentro de tudo o que o seu signo lhe reserva para o amor, dinheiro e saúde.
- Publicidade -