30.5 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, setembro 30, 2020
- Publicidade -

Manifestantes fazem protesto na Maré contra a morte de Marielle Franco

- Publicidade -
- Publicidade -

Moradores da Favela da Maré fizeram na tarde deste domingo (18) um protesto contra a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes. Centenas de pessoas saíram da Vila do Pinheiro e seguiram pela Linha Amarela e Avenida Brasil.

Com o apoio de um carro de som, carregando faixas e cartazes, vestindo camisetas estampadas com o rosto de Marielle, os moradores se juntaram a centenas de pessoas vindas de outros bairros.

A líder comunitária Flavinha da Maré, uma das organizadoras do protesto, destacou que Marielle não era apenas vereadora da localidade, mas uma representante das mulheres negras e pobres.

Artistas de televisão também estiveram presentes, como a atriz Camila Pitanga, que ressaltou o legado deixado por Marielle.

- Publicidade -

Nascida no Complexo da Maré, Marielle Franco era socióloga, com mestrado em Administração Pública pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Foi a quinta vereadora mais votada nas eleições de 2016.

Trabalhou em organizações da sociedade civil como a Brasil Foundation e o Centro de Ações Solidárias da Maré (Ceasm). Também coordenou a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio. No primeiro mandato, Marielle era presidente da Comissão Mulher da Câmara dos Vereadores do Rio.

Marielle foi assassinada na noite de quarta-feira com quatro tiros na cabeça, quando ia para casa no bairro da Tijuca, zona norte do Rio, retornando de um evento ligado ao movimento negro, na Lapa. A parlamentar viajava no banco de trás do carro, quando os criminosos emparelharam com o carro da vítima e atiraram nove vezes. Além da vereadora, também morreu no ataque Anderson Gomes, que trabalhava como motorista para o aplicativo Uber e prestava serviços eventuais para Marielle. Uma assessora que também estava no carro sobreviveu ao ataque.

Moradores da Maré e outros bairros protestam contra os assassinatos de Marielle Franco e Anderson Pedro Gomes Fernando Frazão/Agência Brasil

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

TIM oferece novas oportunidades a universitários negros durante conferência do Movimento Afro Presença

Idealizado e coordenado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e realizado pelo Pacto Global da Organização das Nações Unidas, o encontro busca promover a inclusão de universitários afro-brasileiros no mercado de trabalho. 

Últimas Notícias

Espetáculo sobre Clarice Lispector vira websérie no YouTube

Agora adaptada para as mídias digitais, peça estreou em março, no Sesc Copacabana, mas temporada foi interrompida por causa da pandemia. Obra celebra o centenário da escritora.

TIM oferece novas oportunidades a universitários negros durante conferência do Movimento Afro Presença

Idealizado e coordenado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e realizado pelo Pacto Global da Organização das Nações Unidas, o encontro busca promover a inclusão de universitários afro-brasileiros no mercado de trabalho. 

Reforços do Vasco: Valencia fica próximo, clube negocia com Alex Teixeira e monitora Giuliano

O Vasco da Gama está a todo o vapor no mercado da bola em busca de reforços e peças importantes podem pintar na Colina História de São Januário nos próximos dias: Antonio Valencia, jefferson Montero, Nicolás Hernandez, Alex Teixeira e Felipe Vizeu estão na pauta vascaína

TIM oferece novas oportunidades a universitários negros durante conferência do Movimento Afro Presença

Idealizado e coordenado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e realizado pelo Pacto Global da Organização das Nações Unidas, o encontro busca promover a inclusão de universitários afro-brasileiros no mercado de trabalho. 

Degase passa a fazer parte da Segurança Pública do Rio de Janeiro

O Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase) será incluída no rol dos órgãos da Segurança Pública, ao lado das polícias Civil, Militar e Penitenciária e do Corpo de Bombeiros.
- Publicidade -