21 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, outubro 23, 2020
- Publicidade -

Luiz Lima vê Rio de Janeiro degradado e promete foco em ordem pública e conservação

Candidato do PSL à Prefeitura do Rio participa de encontro no Catete e promete revitalizar o comércio local

- Publicidade -
- Publicidade -
O candidato do PSL à Prefeitura do Rio de Janeiro e deputado federal, Luiz Lima, ouviu reclamações e pedidos dos moradores da região do Catete, Zona Sul da cidade,  para que a área receba uma atenção especial. Acompanhado do do candidato à vice-prefeito Fernando Veloso (PSD), da chapa “O Rio tem opção”, ele destacou a necessidade de uma mudança urgente na conservação da cidade.
“A cidade passa por um momento de falta de cuidado e isso impacta na economia não só dos empresários, mas também da própria cidade. Isso é que me chama mais atenção e me confirma que todo carioca que vem do Centro para a Zona Sul, chegando pelo Aterro do Flamengo, cruzando o Catete, Largo do Machado e chegando até o Cosme Velho observa também a degradação dessa região. Empresários, principalmente do ramo gastronômico, reclamam muito da desordem. Ocupação irregular das calçadas, das praças. Isso acaba espantando o consumidor e, a maioria desses consumidores, turistas”.
O excesso de pessoas em situação de vulnerabilidade, número que cresceu durante a pandemia da Covid-19, é outra preocupação dos moradores e comerciantes da região. Segundo Luiz Lima, é obrigação da Prefeitura cadastrar e abrigar moradores em situação de rua.
“O excesso de moradores nas ruas assusta em todos os sentidos. É muito desconfortável e desumano ver as pessoas vivendo nessa situação. Cabe à Prefeitura cadastrar essas pessoas e entender por que estão nas ruas, se elas têm casa, se tem problema mental, se estão com problemas de saúde, se elas têm documento de identidade. É uma realidade que há poucas vagas em abrigo. Mas é preciso fazer um cadastramento dessas pessoas e também é preciso não permitir que nossas praças públicas, monumentos com mais de 100 anos, sejam depredados. É preciso que tenhamos olhos com a ordem pública e a conservação”.
Luiz Lima ressaltou que é um compromisso reforçar a ordem pública para que cada parte da cidade seja valorizada e atraia a atenção também de turistas.
“O projeto é cuidar da cidade. Ter ordem urbana. Tendo ordem urbana você faz com que o as pessoas se aproximem dessa região e valoriza o empresário dessa região. Consequentemente você vai atrair os turistas. Não é apenas melhorar a segurança, mas também a conservação. O turista e o carioca precisam se sentir bem nessa região tão especial, bonita, que é um cartão postal do nosso município e do nosso país”

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

Deputados da Alerj aprovam pedido de encampação da Via Lagos

Apenas a bancada do partido Novo votou contra a proposta. A pauta foi analisada pelo plenário um dia depois do Superior Tribunal de Justiça (STJ) adiar o julgamento que decidiria se a administração da Linha Amarela ficaria com a Prefeitura do Rio ou com a Lamsa.

“Não estamos sendo educados para a tolerância”, diz Clóvis de Barros Filho à CNN

Na noite da próxima sexta-feira, dia 23, às 23h15, o programa “CNN Nosso Mundo” recebe Clóvis de Barros Filho, doutor...

Prefeitura fiscaliza estações para ver se BRT cumpre exigências do Ministério Público

Ao longo da manhã, equipes estiveram em seis estações e terminais: Alvorada, Santa Cruz, Mato Alto, Pingo D´Água, Campo Grande e Terminal Recreio.
- Publicidade -