Leitos exclusivos para pacientes com a Covid-19 estão sendo desativados em Salvador-Crédito: Julyane Galvão.

A queda da taxa de ocupação dos leitos de UTI reservados para atender pacientes diagnosticados com o coronavírus está possibilitando a desativação de alguns locais pela prefeitura de Salvador. Segundo a secretaria municipal de saúde, a ocupação desses leitos está em 39%. Salvador tem 82.391 casos confirmados da Covid-19 e já foram registrados 2.478 óbitos.

Os primeiros leitos que foram desativados estavam no Hospital Municipal de Salvador, nesta quinta-feira, 17, dos 20 leitos de terapia intensiva implantados 10 já foram liberados para atender outras demandas de saúde, 30 vagas na enfermaria também foram liberadas.

- Publicidade -

Desde o início da pandemia foram implantados 253 leitos intensivos e 271 clínicos para tratar pacientes com a Covid-19. O sistema de saúde Salvador tem atendido também pacientes vindos do interior e de outros estados.

Pernambués, na periferia da cidade é o bairro que concentra o maior número de casos, com 3.200 pessoas infectadas pelo coronavírus, seguido por Santa Cruz com 2.364 casos.

- Publicidade -

Desde julho a capital baiana vem passando por várias etapas de flexibilização, permitindo a reabertura de algumas atividades econômicas de shoppings e outros estabelecimentos comerciais. Os locais mais recentes autorizados a funcionarem foram cinema, teatro, centros culturais e casas de shows, com dias e horários específicos.