24.7 C
Rio de Janeiro
domingo, setembro 20, 2020
- Publicidade -

Governo Federal libera 60 milhões para a saúde do Rio de Janeiro

- Publicidade -
- Publicidade -

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou hoje (4) que o governo federal irá repassar ao município R$ 60 milhões para ser destinado à saúde. O acordo foi fechado com o Ministério de Saúde e prevê que R$ 45 milhões sejam investidos exclusivamente na compra de equipamentos. Os R$ 15 milhões restantes serão utilizados para procedimentos de média e alta complexidade.

O anúncio ocorreu na sede da prefeitura do Rio e foi acompanhado por diretores de diversas unidades das redes municipais, tais como dos hospitais Miguel Couto, Souza Aguiar, Lourenço Jorge, Pedro II e Salgado Filho. Gestores de maternidades também estiveram presentes.

Na lista dos equipamentos citados por Crivella estão 920 camas manuais, 10 aparelhos de raio-x motorizados e cinco não-motorizados, 70 aparelhos de anestesia, nove tomógrafos, duas ultrassonografias, 120 berços e mais de 600 computadores. Uma câmara de ressonância magnética, no valor de R$ 3,2 milhões, será destinada ao Hospital Miguel Couto. Será o primeiro equipamento do tipo na rede municipal de saúde do Rio de Janeiro. A expectativa é de que ele ajude a reduzir a grande fila de pacientes cujos diagnósticos necessitam de uma ressonância.

>

“Esses recursos chegam na hora certa. Todo mundo sabe que medicina hoje é feita com equipamentos. E esses equipamentos na rede privada são poucos e os exames são caríssimos. Agora, a chegada destes equipamentos na rede pública é uma grande notícia logo no início do ano”, disse Crivella. Ele agradeceu a mobilização da bancada de parlamentares do Rio de Janeiro, que teria sido fundamental para a obtenção dos recursos.

- Publicidade -

Segundo o prefeito, os hospitais serão equipados já nos próximos meses. “A notícia que eu tive hoje do ministro [da Saúde, Ricardo Barros] é que os recursos foram empenhados. Uma vez empenhados, eles vão para o Fundo Nacional de Saúde e depois são repassados para o Fundo Municipal de Saúde. Nós acreditamos que ainda no primeiro semestre deste ano teremos os equipamentos já instalados e funcionando”.

Ele disse ainda que os R$15 milhões destinados a procedimentos de média e alta complexidade ajudarão a reduzir as filas. Entre os beneficiados, ele citou os pacientes que aguardam cirurgia de catarata.

O secretário municipal de saúde, Marco Antonio de Mattos, acrescentou que além dos R$ 60 milhões acordados com o Ministério da Saúde, outros R$12 milhões devem chegar aos cofres do município. O montante se refere a serviços realizados pela rede municipal que até então não eram ressarcidos pelo governo federal, mas que passarão a ser.

Crise

A situação na saúde do Rio de Janeiro vem provocando mobilizações de diversas categorias. No mês passado, os conselhos regionais profissionais de medicina, nutrição, fonoaudiologia e fisioterapia decretaram “calamidade pública técnica”. A iniciativa foi tomada com o objetivo de alertar para a crise que afeta hospitais e outras unidades de saúde e pressionar os governos por uma solução.

Na ocasião, o presidente do Conselho Regional de Medicina (Cremerj), Nelson Nahon, responsabilizou o município, o governo do estado e o Ministério da Saúde. Ele manifestou grande preocupação com os seis hospitais federais sediados no Rio de Janeiro. Ao falar especificamente da rede municipal, Nahon criticou a redução do orçamento destinado pela prefeitura.

Crivella atribuiu as dificuldades de seu primeiro ano de mandato a compromissos herdados da gestão anterior, como as dívidas relacionadas com as Olimpíadas. O prefeito também lamentou os baixos valores transferidos ao município pelo governo federal. “Estou celebrando esse repasse para a saúde, mas não deixo de lembrar que o governo federal arrecada na cidade do Rio de Janeiro R$120 bilhões por ano. É o imposto de renda de vocês. Tributos como PIS e Cofins pagos pelas empresas também. E quanto volta para nós? R$4 bilhões”, disse.

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Estado do Rio de Janeiro teve R$ 6,1 bilhões roubados em 20 anos de corrupção

Os esquemas de corrupção no Rio de Janeiro, conhecidos como propinodutos movimentaram, segundo denúncias, mais de R$ 6,1 bilhões desde 1999

É possível ganhar a vida com apostas esportivas?

Quem nunca sonhou em ganhar muito dinheiro todos os meses sem fazer muito esforço? Não é à toa que as apostas desportivas online estão a crescer rapidamente em todo mundo.
>

Últimas Notícias

Estado do Rio de Janeiro teve R$ 6,1 bilhões roubados em 20 anos de corrupção

Os esquemas de corrupção no Rio de Janeiro, conhecidos como propinodutos movimentaram, segundo denúncias, mais de R$ 6,1 bilhões desde 1999

É possível ganhar a vida com apostas esportivas?

Quem nunca sonhou em ganhar muito dinheiro todos os meses sem fazer muito esforço? Não é à toa que as apostas desportivas online estão a crescer rapidamente em todo mundo.

Vídeo: Tiroteio entre Terceiro Comando Puro (TCP) e o Comando Vermelho paralisa Avenida Brasil

Motoristas que passavam pela Avenida Brasil, na altura de Parada de Lucas, na tarde deste sábado, q9, entraram em pânico por conta de um intenso tiroteio

Coronavírus: Rio de Janeiro chega a 17.634 óbitos e 251.261 casos confirmados

Há ainda 403 óbitos em investigação e 354 foram descartados. Entre os casos confirmados, 228.258 pacientes se recuperaram da doença

Estado do Rio de Janeiro teve R$ 6,1 bilhões roubados em 20 anos de corrupção

Os esquemas de corrupção no Rio de Janeiro, conhecidos como propinodutos movimentaram, segundo denúncias, mais de R$ 6,1 bilhões desde 1999

É possível ganhar a vida com apostas esportivas?

Quem nunca sonhou em ganhar muito dinheiro todos os meses sem fazer muito esforço? Não é à toa que as apostas desportivas online estão a crescer rapidamente em todo mundo.

Resultados dos jogos de hoje do Brasileirão Assaí Série A 2020

Quatro partidas agitam o dia de futebol no Brasileirão:...

Série B: Figueirense sai do Z-4, CSA deixa a lanterna e Cuiabá se isola na liderança

Azulão bateu o Cruzeiro, Dourado levou a melhor diante...

Onze equipes triunfam na estreia da Série D do Brasileirão 2020

Série D do Campeonato Brasileiro teve rodada de abertura...
- Publicidade -