21 C
Rio de Janeiro
sábado, outubro 31, 2020
- Publicidade -

Estreias da semana do Cinema #EmCasaComSesc

- Publicidade -
- Publicidade -
- Advertisement -

A série Cinema #EmCasaComSesc, realizada pelo Sesc São Paulo, disponibiliza gratuitamente ao público filmes em streaming pela plataforma do Sesc Digital. Nesta semana, além das estreias, a série exibe um título do Cine África e um curta-metragem.

Uma das estreias da semana é O Despertar das Formigas, com direção de Antonella Sudasassi Furniss. O longa-metragem foi a aposta da Costa Rica para disputar uma vaga no Oscar deste ano. Conta a história de Isabel, que é boa mãe, boa esposa e boa nora, mas quando sua família começa a pressioná-la a ter outro filho, ela terá que enfrentar a si mesma, seu ambiente e as pessoas à sua volta. O filme tem classificação indicativa de 14 anos.

Outra novidade da semana é a ficção francesa Party Girl, com direção de Marie Amachoukeli, Claire Burger e Samuel Theis. Inspirado na história real da mãe do diretor Samuel Theis, o filme conta com a própria família do realizador no elenco, interpretando a si mesmos. Angélique é uma hostess de 60 anos que ainda gosta de festa e de homens. Trabalhando em um cabaré perto da fronteira franco-alemã, ela recebe um dia um pedido de casamento inesperado. Vencedor do prêmio Caméra d’Or e da mostra Un Certain Regard, do Festival de Cannes, o filme tem classificação indicativa de 14 anos.

A semana também traz dois títulos nacionais: Maria, Não Se Esqueça que Venho dos Trópicos, de Francisco C. Martins, relata a vida e obra de Maria Martins (1984-1973), escultora, gravurista, pintora, desenhista e escritora brasileira, conhecida principalmente pelo seu talento aproximado ao surrealismo.

Com entrevistas, o longa apresenta parte da trajetória de Maria desde seus estudos na Europa com Oscar Jespers, em Bruxelas, e sua relação amorosa e artística com Marcel Duchamp, quando foi erradicada nos EUA. Classificação indicativa: 10 anos. Além disso, tem também a animação História Antes de uma História, de Wilson Lazzaretti, que mostra como um desenho animado é criado, a partir de um menino e uma menina inspirados pelas formas da maçã e da jabuticaba, que ao lado de outros personagens acompanharão o Doutor K., numa sucessão de belas imagens em movimento. A classificação é livre.

Esta semana, o Cinema #EmCasaComSesc exibe também o curta-metragem brasileiro Sem Asas, da diretora Renata Martins. Em doze minutos, o filme mostra a história de Zu, um garoto de doze anos que vai à mercearia comprar farinha de trigo para a sua mãe e, na volta para casa, descobre que pode voar. Classificação indicativa: livre.

- Publicidade -

Veja Também

Últimas Notícias

Andrés Sanchez estará no Arena SBT da próxima segunda-feira

sábado, 31 de outubro de 2020 Andrés Sanchez estará no Arena SBT da próxima segunda-feira No programa Arena SBT da próxima segunda-feira, 02 de novembro, às 11h45 da noite, Benjamin Back e os comentaristas Emerson Sheik, Cicinho, Mauricio Borges,...
- Publicidade -

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Réveillon Rio 2021 será pago integralmente pela iniciativa privada

SRCOM foi a única empresa a apresentar proposta, com projeto que cumpre todos os requisitos exigidos pela Riotur, para a virada carioca

Alunos e professores de escolas públicas do Rio poderão ganhar ingressos para eventos

Projeto de lei prevê a doação por parte das empresas que recebem incentivos fiscais

Megaoperação no Complexo da Maré dura mais de 10 horas; mulher grávida é baleada

Moradores do Complexo de favelas da Maré amanheceram nesta terça-feira, 27, com uma megaoperação policial em suas portas. A operação começou por volta das 5h...

Rio de Janeiro inicia censo da população em situação de rua

Com o censo, a Prefeitura espera sensibilizar Justiça, Mninistério Público e Defensoria Pública para, juntos com o Município, desenvolver ações para reinserir essas pessoas no mercado de trabalho.

Shopping Jardim Guadalupe inaugura nova sede do Blindando Vidas

Projeto oferece aulas gratuitas de artes marciais para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade desde 2017
- Publicidade -