25.4 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, outubro 22, 2020
- Publicidade -

Maia descarta prorrogar estado de calamidade

- Publicidade -
- Publicidade -

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou hoje (17) que o Parlamento brasileiro não irá aprovar uma eventual proposta de prorrogação do estado de calamidade pública a fim de permitir que o governo federal gaste além do chamado “teto de gastos”, regra fiscal que limita os gastos públicos e que está em vigor desde 2017.

“Hoje, conversando com investidores, deixei bem claro que a Câmara não irá, em nenhuma hipótese, prorrogar o estado de calamidade para o ano que vem”, escreveu Maia em sua conta pessoal no Twiter, referindo-se à sua participação, poucas horas antes, em um evento digital realizado por uma empresa de assessoria de investimentos.

- Publicidade -

Decretado pelo governo federal em função da pandemia da covid-19 e aprovado pela Câmara e pelo Senado em março deste ano, o reconhecimento do estado de calamidade pública no país está previsto para vigorar até 31 de dezembro. Um dos principais aspectos do decreto é autorizar o governo federal a gastar além da meta fiscal prevista para este ano.

O orçamento de 2020 previa uma meta de déficit primário de R$ 124,1 bilhões (ou 1,7% do Produto Interno Bruto – PIB, a soma de todas as riquezas produzidas no país), mas com a aprovação do decreto de calamidade pública por causa da pandemia, o governo foi autorizado a gastar além desse limite, ampliando os gastos públicos, principalmente com medidas de enfrentamento às consequências socioeconômicas da pandemia.

- Publicidade -

No fim de setembro, o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, admitiu, durante audiência pública na Comissão Especial do Congresso Nacional, que as contas públicas do governo federal devem fechar o ano com um déficit de R$ 871 bilhões (12,1% do PIB).

Apesar disso, alguns setores começaram a sugerir a hipótese de propor a extensão da vigência do decreto de calamidade pública até 2021. A medida, que precisaria da aprovação do Congresso Nacional, permitiria ao governo federal, entre outras coisas, prorrogar o pagamento do auxílio emergencial às famílias financeiramente prejudicadas pela pandemia.

Ao participar da audiência, o próprio secretário defendeu o teto de gastos, alegando que a medida não permite que a maior parte das despesas do governo cresça acima da inflação do ano anterior, evitando “riscos fiscais desnecessários”. A opinião é compartilhada por Rodrigo Maia. 

“Soluções serão encontradas dentro deste orçamento, com a regulamentação do teto de gastos”, escreveu Maia, hoje, em sua conta pessoal no Twitter.

“A gente já viu que ideias criativas, em um passado não tão distante, geram desastres econômicos e impactam a vida das famílias brasileiras. Eu, como primeiro signatário da PEC da Guerra, não posso aceitar que ela seja desvirtuada para desorganizar o nosso Estado, a economia”, acrescentou o presidente da Câmara, afirmando “que não há caminho fora do teto de gastos”.

A gente já viu que ideias criativas, em um passado não tão distante, geram desastres econômicos e impactam a vida das famílias brasileiras. Eu, como primeiro signatário da PEC da Guerra, não posso aceitar que ela seja desvirtuada para desorganizar o nosso Estado, a economia.

— Rodrigo Maia (@RodrigoMaia) October 17, 2020

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

Você está preparado para o verão? Conheça as películas de redução de calor!

Novas construções arquitetônicas já vêm incluindo películas para vidros em seus planejamentos. A inovação nas tecnologias de produção, aliada a...

Filmes na Record TV de 23 a 25 de outubro de 2020

Super TelaSexta-feira, dia 23/10 – 23h15“A Nova Super Máquina”Título Original: Knight RiderElenco: Justin Bruening, Val Kilmer, Deanna Russo, Paul Campbell,...

Gloria Vanique é a nova contratação da CNN

A CNN Brasil anuncia a contratação da jornalista Gloria Vanique, ex-âncora da Rede Globo. Ela apresentará um dos telejornais...

‘Moldura de Caramelo’ desestabiliza participantes no “Bake Off Brasil” deste sábado

No 'Bake Off Brasil - Mão na Massa' deste sábado, 24 de outubro, Nadja Haddad anuncia aos participantes que a primeira prova...

Prefeitura do Rio formaliza criação do Centro Integrado de Mobilidade Urbana

O objetivo é promover ações de planejamento e operação dos transportes, por meio de soluções inteligentes, bem como aperfeiçoar a comunicação entre operadores e órgãos gestores.

1ª edição da FLISP será realizada em novembro deste ano

Até o momento, mais de 50 autores já confirmaram presença. Além disso, a organização preparou diversos sorteios para o público.

Senac RJ promove Feira Virtual de empregos e estágios de 26 a 30 de outubro

Plataforma digital do Senac RJ oferece mais de 2000 vagas em empresas parceiras no estado do Rio de Janeiro. Além das vagas, portal reúne estandes de empresas, conteúdo de qualificação profissional e realiza videoconferências e fóruns gratuitos.

Banco do Brasil e Visa lançam cartão Altus com foco no público de alta renda

Produzido a partir de metal encapsulado, a solução possui um design moderno e inovador e já chega ao mercado brasileiro com vantagens especiais, como a possibilidade de acumular 4 pontos a cada dólar em compras
- Publicidade -