26 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, outubro 29, 2020
- Publicidade -

Internet é forte aliada dos candidatos nas eleições 2020

Investir em redes sociais e estreitar o contato com o eleitor fazem a diferença na corrida eleitoral

- Publicidade -
- Publicidade -

A corrida eleitoral já começou. Este ano, milhares de pessoas disputam as cadeiras de vereador e de prefeito em todo o território nacional. De acordo com o TSE – Tribunal Superior Eleitoral, 551.404 pessoas se inscreveram no Brasil a fim de garantirem seus postos nos próximos quatro anos. Nem mesmo a pandemia de coronavírus e as regras do TSE foram empecilhos para quem deseja ocupar um cargo público.

Este ano, devido a pandemia de coronavírus, o corpo a corpo com o eleitor ganhou um novo elemento: o distanciamento.

- Publicidade -

“Sabemos que a campanha se faz nas ruas, junto às pessoas e à comunidade em geral, no entanto, este ano, a internet e as redes sociais estão sendo nossos aliados, uma vez que o distanciamento se faz necessário para a segurança de todos”, afirma a candidata a vereadora em Curitiba pelo MDB, Josi Agostinho.

Aos 44 anos de idade, é a primeira vez que Josi disputa as eleições municipais. Engajada em causas sociais e com forte presença em associações de moradores, é na internet que a candidata aposta as suas fichas.

- Publicidade -

“Desenvolvemos um website, onde elenquei as minhas propostas, convidei a população para o debate, além de criar um espaço para reunir os vídeos e fotos enviados pelos meus eleitores. Estabeleci um canal direto de comunicação entre mim e a população, por ali, as pessoas podem entrar em contato comigo, além de me acompanhar nas redes sociais, Instagram e Facebook, onde compartilho a minha rotinha durante a campanha”, esclarece Josi.

Presença digital

De acordo com a jornalista especialista em comunicação empresarial, Janaína Fogaça, a internet é uma forte aliada em virtude da pandemia, que exige o isolamento e o distanciamento social. E quem garantir a presença digital nessas eleições, está um passo a frente dos seus concorrentes. “Uma vez que, diante da pandemia, os candidatos não podem promover aglomerações, o corpo a corpo ficou comprometido, e por conta disso, estar na internet faz a diferença para quem está disputando as eleições. Quanto mais elementos o candidato puder agregar à sua candidatura, melhor”, destaca a jornalista que já foi head de campanhas políticas expressivas no Paraná e atua com comunicação política desde o ano de 2002.

Ter um site, um Instagram, Facebook, promover o diálogo com o eleitorado, vale tudo na corrida eleitoral, esclarece a jornalista. “As pessoas estão conectadas o tempo todo, a informação é imediata, os públicos nas redes apresentam perfis diferenciados, portanto, é importante manter esse público alimentado com informações relevantes, em tempo quase real. Mostrar suas propostas, a sua interação com o eleitor, suas ações e a forma como está conduzindo a sua campanha, além, de, é claro, não deixar os eleitores no ‘vácuo’, convidar para o debate sadio, interagir, responder”, afirma Janaína.

“Ficamos bastante limitados em virtude da pandemia e das normas do TSE, mas não deixamos de trabalhar. Encontramos maneiras de interagir com o eleitor, de estar presente nas redes e trazer para o debate formas de tornar a nossa cidade mais humana. Essa foi a nossa forma de estar mais perto do eleitor e de poder apresentar minha campanha e interagir com a cidade”, finaliza Josi Agostinho.

Dicas de campanha

A jornalista Janaína elenca alguns pontos importantes. Se você é candidato, tome nota!

– Invista nas redes sociais – Elas serão a sua vitrine durante a campanha.

– Tenha um site – É por meio dele que você consegue ganhar mais amplitude para debater com o eleitor, mostrar a ele a que veio e convidá-lo para uma campanha e gestão participativas.

– Use e abuse das imagens – Se pode fazer, invista! Santinhos, adesivos, perfurites em automóveis. Quem não é visto, não é lembrado!

– Interaja – Não deixe o seu eleitor sem resposta nas redes. Pode causar a sensação de: não me respondeu aqui, imagina depois de eleito.

– Evite o embate – Não é possível agradar a todos, mas sempre que puder evitar discussões, provocações, evite! A sua paz não tem preço, e tudo o que você disser poderá ser usado contra você. Tenha cautela!

– Conheça a sua cidade – Não faça promessas impossíveis de serem cumpridas. Saiba que nenhum governante governa sozinho e depende muito de outros fatores. Afinal, você não quer ser lembrado como aquele que prometeu e não cumpriu, não é mesmo?

– Convide o eleitor para o debate, pergunte o que falta para que a cidade seja melhor e no que você pode contribuir sendo o seu representante na Câmara Municipal.

– Não descarte nenhuma ideia – Tudo é válido, desde que não infrinja as regras do TSE. Pesquise, informe-se e invista tempo em sua campanha, dedique-se. Eleição não é para amadores e, com certeza, você não entrou nessa para perder!

– Conquiste o eleitor – O eleitor mais difícil de ser conquistado é aquele que não definiu candidato. Então, além daqueles votos prometidos que você já tem, corra atrás daquele que ainda não escolheu um representante

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

- Publicidade -