20 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, outubro 19, 2020
- Publicidade -

Possível adiamento do Censo Demográfico para 2022 preocupa entidades ligadas ao movimento municipalista

- Publicidade -
- Publicidade -

Após a informação de que o Governo Federal pretende propor um novo adiamento do Censo Demográfico, o movimento municipalista enxergou um problema que pode afetar diretamente o recebimento de recursos destinados à população. A pesquisa, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), prevista para este ano, já foi adiada para 2021 em razão da pandemia. Agora, a ideia é que o levantamento seja feito apenas em 2022.

De acordo com a Confederação Nacional de Municípios (CNM), a extensão do prazo para estabelecer o Censo impede que haja uma definição exata dos coeficientes de repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que levam em conta o número de habitantes de cada ente.  

- Publicidade -

O consultor de estudos técnicos da CNM, Eduardo Stranz, avalia que a não realização de um Censo Demográfico no próximo ano vai acarretar em prejuízos financeiros para os municípios, que vão além de baixos investimentos públicos para estes entes.

“Será ruim tanto para o poder público, que não terá a base de informação para definir os seus programas e políticas públicas, quanto para o setor privado, que não terá a base de informação para fazer o direcionamento e os investimentos privados necessários para todos”, defende.

- Publicidade -

“Além de contar a população de cada município, o Censo Demográfico faz uma extensa radiografia de quem somos, como vivemos, que renda temos. Trata-se de toda uma apuração para sabermos que sociedade temos hoje no Brasil”, acrescenta Stranz.

Ainda de acordo com a CNM, o levantamento “é a mais importante radiografia do Brasil, e os indicadores demográficos e socioeconômicos produzidos orientam investimentos e subsidiam políticas implementadas pelas três esferas de governo”.

Municípios podem ser beneficiados com recolhimento de impostos do ISS

Modelo tributário que prorroga incentivos a empresas exportadoras é aprovado no Congresso

Recursos enviados aos estados para combater a pandemia são detalhados pelo Ministério da Saúde

Eduardo Stranz destaca, ainda, que a entidade compreende o adiamento para o próximo ano devido à pandemia, já que atenção deve ser voltada à saúde da população. No entanto, ela ressalta que é imprescindível que esse orçamento volte a ser disponibilizado em 2021 para a realização do Censo, por este ser um dos mecanismos mais importantes para “sanar injustiças nas informações municipais” e se tratar da base para a definição de todas as políticas públicas no país.

Justificativa do governo

O Censo Demográfico é realizado periodicamente a cada 10 anos e deve ser feito em todo o Brasil. Pesquisadores do IBGE visitam os domicílios para obter dados sobre as características dos moradores. Entre as informações coletadas estão nível de estudo, trabalho e renda, por exemplo.

Para adiar o Censo mais uma vez, o governo apresenta justificativas relacionadas a questões sanitárias, já que a coleta da pesquisa é domiciliar e presencial. A estimativa de visitas é de mais de 180 mil recenseadores a aproximadamente 71 milhões de domicílios em todo o território nacional.

A pesquisa estava prevista para ocorrer entre 1º de agosto e 31 de outubro deste ano. Com o adiamento previsto, o professor do MBA de Políticas Públicas do Ibmec Brasília, Eduardo Galvão, entende que a população pode ser afetada, inclusive com a falta de elaboração de programas essenciais para famílias de baixa-renda.

“A ideia do Programa Minha Casa Minha Vida, só surgiu quando se percebeu um déficit habitacional cujos dados foram levantados pelo Censo. Então, esse volume de informações é que vai direcionar e dar suporte às políticas públicas que vão ser implementadas em um futuro próximo. E, nós sabemos que o cenário de pandemia trouxe uma outra reconfiguração social”, exemplifica.

O valor destinado para a realização do Censo Demográfico, cerca de R$ 2,3 bilhões, deve ser direcionado para outros ministérios, sobretudo para os militares. De acordo com o governo, isso deve ocorrer porque o Orçamento da União previsto para 2020 não tem recursos suficientes para a realização da pesquisa.


 

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Curiosidades do Cricket: partida mais longa durou 12 dias sem time vitorioso

Cricket é um dos esportes mais tradicionais do mundo com mais de 100 anos de história. Durante sua trajetória em diferentes pontos do globo, a prática passou por mudanças e adaptação de suas regras. Uma partida emblemática do esporte aconteceu em 1939, com duração de 12 dias e terminando com empate.

Últimas Notícias

Curiosidades do Cricket: partida mais longa durou 12 dias sem time vitorioso

Cricket é um dos esportes mais tradicionais do mundo com mais de 100 anos de história. Durante sua trajetória em diferentes pontos do globo, a prática passou por mudanças e adaptação de suas regras. Uma partida emblemática do esporte aconteceu em 1939, com duração de 12 dias e terminando com empate.

Jeep® explora o deserto de Moab e mostra “O mais selvagem dos Renegades” em novo filme

Para percorrer um local com estas condições climáticas, é necessário ser forte, ágil e rápido, assim como o mais selvagem dos Renegades. É isso que mostra a nova campanha da Jeep®, que explora o clima desértico com a nova versão Renegade Moab.

Eleições 2020: Eduardo Paes tem 87% de chances de vencer no Rio de Janeiro

Já em São Paulo, a e probabilidade de vitória do candidato Celso Russomanno ser nas eleições municipais é de 61%,

Polícia Civil prende nove pessoas e apreende animais silvestres em feira de Duque de Caxias

Na operação, que contou com agentes disfarçados se passando por compradores, nove pessoas foram detidas em flagrante por crimes contra a fauna.

Polícia Civil prende miliciano acusado de homicídio em Magé

Ele foi localizado em uma residência no município de Magé, onde foi cumprido um mandado de prisão preventiva.

Cassino do Rio: para quando?

A legalização dos jogos de cassino continua a ser tema muito falado em Brasília. As últimas notícias dão conta que o governo pretende liberar a construção de cassinos em um formato especial e em número limitado.

Curiosidades do Cricket: partida mais longa durou 12 dias sem time vitorioso

Cricket é um dos esportes mais tradicionais do mundo com mais de 100 anos de história. Durante sua trajetória em diferentes pontos do globo, a prática passou por mudanças e adaptação de suas regras. Uma partida emblemática do esporte aconteceu em 1939, com duração de 12 dias e terminando com empate.

Conta Digital Facito inicia operação no Rio de Janeiro em novembro

Os 17,3 milhões de habitantes do Estado do Rio de Janeiro passarão a contar com uma nova opção de linha de crédito a partir de novembro, com a chegada da Conta Digital Facito, em parceria com a instituição financeira Stone.
- Publicidade -