Educação, cultura e esportes

O Profut, criado pela Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte, renegociou débitos dos clubes de futebol com Receita Federal, Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Banco Central e outros relativos ao FGTS

19/06/2020 – 16:31  

O Projeto de Lei 3420/20 reabre, durante a pandemia do novo coronavírus, o prazo para que clubes de futebol possam aderir ao Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut). O Congresso Nacional reconheceu estado de calamidade pública devido à Covid-19, válido até dezembro.

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Audiência Pública - Tema:
Felipe Carreras diz que os clubes passam, há muito tempo, por dificuldades financeiras, o que se agravou durante a pandemia

Conforme o texto em tramitação na Câmara dos Deputados, o prazo de adesão permanecerá aberto enquanto durar a situação de emergência de saúde pública, nos termos de ato do Ministério da Saúde. Inicialmente, os clubes poderiam aderir ao Profut entre agosto e setembro de 2015. Posteriormente, entre março e julho de 2016.
“Os clubes do País há muito tempo passam por dificuldades financeiras e, neste ano, com a pandemia, a situação se tornou, em muitos deles, calamitosa”, afirmou o autor da proposta, deputado Felipe Carreras (PSB-PE). “Devido à situação, entendo que é necessário reabrir os prazos de parcelamento dos débitos fiscais dos clubes”, disse.
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta semana o Projeto de Lei 1013/20, que suspende, durante a pandemia, os pagamentos das parcelas devidas pelos clubes ao Profut. Na ocasião, Carreras apresentou emenda, que acabou rejeitada, para reabrir o prazo de adesão. O substitutivo aprovado seguirá para análise do Senado.
O Profut, criado pela Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte, renegociou débitos dos clubes de futebol com Receita Federal, Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Banco Central e outros relativos ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). À época, a dívida estimada dos grandes clubes passava de R$ 5 bilhões. O Profut também instituiu regras de governança.
Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

- Publicidade -

Reportagem – Ralph Machado

Edição – Ana Chalub

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara Notícias’.


Sua opinião sobre: PL 1013/2020