24 C
Rio de Janeiro
sábado, setembro 19, 2020
- Publicidade -

Governador de MG orienta que capital volte atrás e abra somente serviços essenciais

- Publicidade -
- Publicidade -

O governado de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), aconselhou os prefeitos da macrorregião de saúde do centro, que já aderiram ao Plano Minas Consciente, a voltarem atrás e abrir somente os serviços essenciais.

“Estamos preocupados com a região em que está inserida também a capital mineira, Belo Horizonte”, publicou em sua conta no Twitter.

Essa medida impactaria no fechamento de diversos comércios na capital, onde já estão em curso desde o dia 25 de maio as fases 1 e 2 da reabertura gradual. Segundo o governador, a  decisão foi tomada após uma reunião do Comitê Covid-19 realizada na quarta (17).

>

::Brasil chega a 978 mil infectados pela covid e corre risco de falta de medicamentos::

- Publicidade -

::Ministério Público pede apuração sobre superfaturamento de cloroquina pelo exército::

O informe epidemiológico, divulgado nesta quinta (18), indica que Minas Gerais atingiu a marca de 24.906 casos positivos e 570 óbitos confirmados. Nesse mesmo dia, o estado bateu a segunda pior marca de óbitos, 33, sendo que no dia anterior foram 35 mortes.

Há um mês, somente 7% das unidades de UTI estavam ocupadas para pacientes com covid-19. Nesta semana, 14% dos leitos estão ocupados, demonstrando que a curva de contaminação está ascendendo e pode culminar no colapso do sistema de saúde em um mês.

Belo Horizonte, de acordo com o boletim de quarta (17), já contava com 3.548 casos confirmados e 82 óbitos. De forma geral, segundo Rômulo Paes, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), os números da capital expressam um melhor manejo da pandemia em relação a diversas cidades da Região Metropolitana.

Nesta sexta (19), a Prefeitura de Belo Horizonte divulgará um novo boletim de monitoramento da reabertura gradual, com análise dos indicadores epidemiológicos e a capacidade assistência da rede hospitalar da cidade.

Minas Consciente

O programa elaborado pelo governo de Minas Gerais, ainda em abril deste ano, prevê a abertura das atividades econômicas de forma gradual. O plano separa os comércios em quatro “ondas”, sendo que a “verde” indica serviços essenciais; a “branca”, os servidos de médio risco, e a “vermelha” os de alto risco.

A indicação do governador é que as cidades retomem à “onda verde”, mantendo abertas somentes as atividades essenciais, como estabelecimentos ligados à alimentação e farmácias.

Fonte: BdF Minas Gerais

Edição: Raquel Júnia e Elis Almeida


Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

>

Últimas Notícias

Flamengo: “Domènec Torrent precisa tomar cuidado ou pode não durar”, diz Rivaldo

Após perder por 5x0 para o Independiente Del Valle, o técnico pode não durar muito no clube carioca, segundo embaixador da Betfair.net

Vasco da Gama negocia com o lateral Antonio Valencia, ex-United

O Vasco da Gama está em busca de um lateral direito e já começou a conversar com Antonio Valencia, ex-Manchester United, que atua como meia e também como lateral direito.

Vasco da Gama x Coritiba: Escalação e onde assistir

A TV Globo transmite o jogo do Vasco ao vivo para Rio de Janeiro, Paraná, mais nove estados e o Distrito Federal, logo depois de 'Temperatura Máxima'
- Publicidade -