18.3 C
Rio de Janeiro
terça-feira, setembro 22, 2020
- Publicidade -

Brasil se aproxima de 25 mil mortes e de 400 mil casos de covid-19

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais de 24 mil e 500 mortes pela Covid-19 foram registradas desde que a pandemia chegou ao Brasil. De acordo com dados divulgados nesta terça-feira pelo Ministério da Saúde foram contabilizados 1.309 novos óbitos por causa da Covid-19. São 391.222 pessoas infectadas até o momento. 16.324 somente nas últimas 24 horas.

Com 20 militares, Ministério da Saúde pode mudar narrativa da pandemia

Com esses números, o país segue como segunda nação que mais registra casos absolutos em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e é o quinto em número de mortes. Ainda segundo o Ministério da Saúde, há 3.882 óbitos em investigação. 

>
>
>

Brasil sem comando: especialistas apontam erros e desafios que agravam crise de saúde

- Publicidade -

O número de vítimas da síndrome respiratória aguda grave (SRAG) também segue aumentando. A doença é considerada umas das principais complicações da Covid-19. Os cartórios brasileiros indicam que há mais de seis mil casos desde 16 de março. No mesmo período do ano passado foram 302 registros dessa natureza, de acordo com o Portal da Transparência do Registro Civil, administrado pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen- Brasil).

Líderes em casos de covid têm governos conservadores ou demoraram a adotar isolamento

Ministério não endossa imunidade de rebanho

Durante entrevista coletiva nesta terça-feira, o secretário substituto de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Eduardo Macário, disse que a chamada imunização de rebanho não é uma estratégia viável sem a vacina contra o vírus. Jair Bolsonaro (sem partido) vem afirmando que 70% das pessoas vão ser contaminadas no Brasil.

Segundo Macário, “questões que têm sido colocadas, por exemplo, de que é importante que o Brasil adquira uma imunidade de rebanho de 70% de pessoas infectadas para que a gente tenha uma diminuição no número de casos, efetiva. Eu considero que essa não é a melhor estratégia se você não tem uma vacina”.

Uso da cloroquina pode levar a internações e superlotar SUS, dizem especialistas

Testes estão na rede privada

Ainda de acordo com dados do Ministério da Saúde, quase metade dos testes já realizados no Brasil vieram da rede privada. 47,2% foram feitos em unidades privadas. Até agora 871.839 pessoas fizeram o exame. 460.102  no Sistema Únido de Saúde  e 411.737 na rede particular.  São pouco mais de quatro mil exames a cada 1 milhão de habitantes. Nos estados unidas a relação ultrapassa 46 mil exames. 


 

Edição: Rodrigo Chagas


Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

- Publicidade -