31.6 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, 25 de março de 2019 3:4923

Defesa Civil municipal aciona sirenes em 32 comunidades

- Publicidade -

A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), acionou, às 21h05 desta sexta (dia 1), sirenes em 32 das 103 comunidades de alto risco geológico monitoradas pelo sistema de alertas sonoros da cidade. 

Comunidades – Ao todo, 57 sirenes foram acionadas nas seguintes localidades: Vidigal e Rocinha  na Zona Sul; Andaraí, Parque Vila Isabel, Mangueira, Parque Candelária, Arrelia, Matriz, Macacos e Catumbi, na região da Grande Tijuca; Sítio Pai São João, Barão, Comandante Luiz Souto, Rio das Pedras e Quiririm, na Zona Oeste; Morro do Céu, Pretos Forros, Cachoeira Grande, Cachoeirinha, Cotia, Encontro, Nossa Senhora da Guia, Nova Divinéia, Santa Terezinha, São João, Sapê, Barro Vermelho, Dona Francisca, Ouro Preto, Vila Cabuçu, Barro Preto e Jamelão, todos na Zona Norte.

Até o momento,  o serviço 199 (canal  de atendimento do órgão) recebeu 26 chamados de emergência – a maioria, ocorrências ligadas a dano de estrutura de imóvel e deslizamento de encostas. Por enquanto, não houve registro de vítimas. Engenheiros e técnicos do órgão já atendem os principais chamados.

As sirenes são acionadas pela Defesa Civil municipal após monitoramento e avaliação dos índices críticos de chuva por meteorologistas do Sistema Alerta Rio, lotados no Centro de Operações Rio (COR), onde profissionais da DCRJ atuam, de forma integrada, 24 horas/dia. O sistema conta ainda com a participação de líderes e voluntários da comunidade, além de pontos de apoio previamente definidos, caso haja a necessidade de evacuar provisoriamente moradores. O Sistema de Alerta e Alarme Comunitário para Chuvas Fortes da Prefeitura do Rio conta com 83 pluviômetros da Defesa Civil, 165 sirenes e 194 pontos de apoio em 103 comunidades com alto risco de deslizamentos, conforme definição da Geo-Rio.

Carnaval – Durante os festejos, a Defesa Civil preparou esquema especial para atuar de prontidão, 24h, com 180 agentes divididos em turnos e equipes distribuídas na sede do órgão, em Vila Isabel, e no Centro de Operações Rio, na Cidade Nova, para monitorar e atuar em casos de necessidade ou urgência. 

SMS – O órgão envia alertas de chuva forte via SMS. A adesão ao serviço é voluntária. O cadastro é simples, rápido e gratuito: o cidadão deve enviar o CEP da residência para o número 40199.

Últimas Notícias