Janaina Paschoal - Marcelo Camargo/Agência Brasil
Janaina Paschoal - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Janaina Paschoal, deputada federal mais votada do Brasil, usou sua conta na rede social Twitter para comentar a decisão de Jair Bolsonaro de demitir Gustavo Bebianno:

“Não tem cabimento um Presidente da República dizer que demitirá uma pessoa passados três dias. As admissões e demissões devem ser decididas e simplesmente comunicadas. Ademais, um líder precisa adotar critérios minimamente claros.

Se é verdade que Bebbiano está saindo por um eventual envolvimento com as supostas laranjas, outro membro da equipe citado em situação ainda mais problemática deve ser afastado também.

O Presidente saiu de uma cirurgia delicada, ainda está se recuperando. Todos entendemos e oramos por ele. Mas é preciso entender que não é possível conduzir o governo como a campanha. No governo, a caneta está na mão do Presidente, ele terá que assumir os ônus das decisões.”