Você está lendo agora
Polícia descobre que milicianos iriam assassinar Marcelo Freixo no sábado

Polícia descobre que milicianos iriam assassinar Marcelo Freixo no sábado

Marcelo Freixo e Marielle Franco Foto: Facebook / Reprodução

Segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro, o deputado Marcelo Freixo (PSOL) tinha data e hora marcados para morrer.

Investigações descobriram que milicianos planejavam executar o deputado Marcelo Freixo (PSOL).

Um relatório obtido pelo O Globo, mostra que  Freixo seria assassinado no próximo sábado durante um encontro com militantes e professores da rede particular de ensino, no sindicato da categoria, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio.

O evento acabou sendo cancelado após a descoberta do plano dos milicianos.

Segundo informações contidas no documento conseguido pelo jornal O Globo, um PM e dois comerciantes são apontados como participantes do plano.

O três citados no documento tem envolvimento com um grupo de milicianos da Zona Oeste, investigado pela Divisão de Homicídios (DH) pelo assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Gomes, ocorrido em 14 de março deste ano. Os suspeitos também possuem relação com controle de operações ilegais da máfia dos caça-níqueis e do jogo do bicho.

Veja Também
Complexo do Alemão - Foto: Reprodução

O relatório foi feito na quarta-feira (12) e policiais civis, militares, agentes da contrainteligência da Subsecretaria de Inteligência da  Secretaria de Segurança do Rio, além de promotores do Ministério Público estadual receberam cópias.

Como se sentiu lendo esta notícia?
Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
View Comments (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

© 2019 Jornal Diário Carioca. Direitos Reservados.