23.4 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, 24 de abril de 2019 9:0210
- Publicidade -

Ex-ministro britânico Jo Johnson diz que colegas estão repensando Brexit

- Publicidade -

O ex-ministro britânico Jo Johnson disse que alguns colegas estão “refletindo seriamente” se devem abandonar o plano da primeira-ministra, Theresa May, em relação ao Brexit, após sua demissão do gabinete ter prejudicado os planos da premiê para a saída do bloco europeu.

O ministro júnior dos Transportes, irmão mais novo do ex-Secretário de Assuntos Internacionais, Boris Johnson, criticou severamente o acordo de May para o Brexit na sexta-feira, antes de inesperadamente pedir demissão e dizer que o país precisa se afastar do abismo.

- Advertisement -

No sábado, ele também atacou “fantasias e promessas” feitas durante o referendo por partidários do Brexit, como seu irmão, e afirmou que a realidade é que seria uma “farsa democrática” se o povo não tivesse outra oportunidade de decidir sobre seu futuro.

“Essa é uma das questões mais graves que enfrentaremos em nossas carreiras políticas”, disse ele à BBC Radio. “Eu sei que muitos estão refletindo sobre o acordo e como responderão a ele. É papel dos legisladores tomar uma posição. Eu o fiz. Se os outros acharem que isso é o certo a se fazer, então ótimo.”

A posição de Jo Johnson é importante porque ele era visto como um congressista leal que votou pela permanência britânica no bloco. Sua saída pode fazer com que outros ministros pró-UE votem contra o acordo, alinhando-se a outros partidários do Brexit que prometeram rejeitar o projeto.

Boris Johnson, principal líder político do Brexit, deixou o governo em julho. Os irmãos disseram que, embora tivessem votado separados quanto à saída do bloco, eles se uniram na consternação com a atual situação do país.

As críticas realçam o tamanho da batalha que May terá de enfrentar para fechar um acordo que seja aceito por facções diferentes de seu partido – que está fortemente dividido – e o Partido Democrático Unionista da Irlanda da Norte, necessário para que a premiê tenha maioria para governar.

Conversas com negociadores da UE devem ser retomadas no domingo, e May deve realizar um encontro ministerial neste mês, na esperança de contar com o apoio de seus ministros.

May priorizou manter o livre comércio de bens com a Europa, mas muitos críticos dizem que isso deixará o Reino Unido sujeito a decisões tomadas em Bruxelas, sem influência de Londres.

(Reportagem adicional de Alastair Macdonald, Gabriela Baczynska e Jan Strupczewski)

Últimas Notícias

Confira a provável escalação do Vasco da Gama contra o Santos

Marcos Valadares agradece por chance no profissional e pede pelo apoio da torcida

Sonho do Vasco da Gama, Jorge Jesus recebeu 8 milhões de euros em seu último trabalho

O clube de São Januário ainda não formalizou uma proposta oficial mas pretende apresentar um projeto ao ex-treinador de Benfica e Sporting

Vasco da Gama quer o português Jorge Jesus como seu novo técnico

Nesta terça-feira, 23, Alexandre Faria conversou por alguns minutos por telefone com o treinador e iniciou os contatos para tentar contratá-lo.

The Noite recebe Marcelo Tas e jurados do “Batalha Makers”

Sobre os novos desafios de sua carreira, Marcelo Tas comenta sua estreia como apresentador do programa “Provocações”, na TV Cultura

‘Atentado ao Hotel Taj Mahal’ traz debate sobre intolerância religiosa

Baseado em história real, o longa conta com elenco majoritariamente indiano, incluindo o ator e diretor de Bollywood Anupam Kher

Vasco da Gama descarta Jair Ventura e Luxemburgo e busca inovação

O clube não descarta investir em um técnico estrangeiro e mapeia o mercado Sul-americano em busca de opções.

Garis do Rio de Janeiro suspendem greve

Categoria retoma atividades nesta terça-feira

Governo está negociando pontos da reforma na CCJ, diz líder

Para Joice Hasselmann, "espinha dorsal" da proposta deve ser mantida

Vasco da Gama se aproxima de Jair Ventura; Negociação envolve reforços de Carlos Leite

Empresário participa da negociação e pode trazer jogadores para o clube disputar o Brasileirão