26.9 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, 24 de abril de 2019 9:4606
- Publicidade -

Ford prevê crescimento de 10% a 12% em mercado brasileiro de veículos em 2019

- Publicidade -

O mercado de veículos do Brasil deverá crescer entre 10 e 12 por cento em 2019, estimou nesta terça-feira o vice-presidente de assuntos corporativos da Ford para América do Sul, Rogelio Golfarb, citando projeções mais otimistas para a economia brasileira que neste ano.

“Temos uma expectativa positiva sobre o ambiente de negócios, é isso que o setor automotivo precisa”, disse Golfarb a jornalistas durante o salão do automóvel de São Paulo.

- Advertisement -

“A nossa expectativa de crescimento é baseada em projeções de crescimento do PIB para o próximo ano, mas a venda direta deverá continuar tendo uma importante participação de 40 por cento no volume vendido”, acrescentou o executivo.

As vendas diretas são as realizadas diretamente entre a montadora e grandes frotistas como empresas de aluguel de veículos, que têm atravessado forte crescimento no país, mas carregam maior poder de negociação de preços que as vendas a consumidores finais.

Segundo o relatório Focus, do Banco Central, as projeções para o PIB neste ano indicam expansão de 3,36 por cento e de 2,50 por cento em 2019. A associação de montadoras de veículos, Anfavea, estima para este ano crescimento das vendas de 13,7 por cento, para 2,546 milhões de unidades.

Presidente da Ford América do Sul, Lyle Watters, durante apresentação no salão do automóvel de SP REUTERS/Paulo Whitaker
Presidente da Ford América do Sul, Lyle Watters, durante apresentação no salão do automóvel de SP REUTERS/Paulo Whitaker

Golfarb afirmou que o momento atual é de se ter cautela em análises feitas sobre os sinais que estão sendo emitidos pela equipe econômica do futuro governo de Jair Bolsonaro. Segundo ele, “o momento é de transição, estamos focando nas questões econômicas e nas reações do mercado financeiro e até agora as indicações que temos são positivas”.

Apenas em outubro, o Ibovespa, índice de referência do mercado acionário brasileiro, acumulou alta de cerca de 10 por cento e na véspera o indicador bateu recorde, fechando acima de 89 mil pontos pela primeira vez, em meio ao otimismo gerado pela perspectiva de uma agenda positiva a ser implementada pelo governo Bolsonaro.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Últimas Notícias

STJ nega absolvição, mas reduz pena de Lula no caso do triplex do Guarujá

Com a decisão, dependendo das circunstâncias, Lula poderá sair da cadeia e progredir para o regime semiaberto ainda em setembro deste ano

Emprego fica negativo em março; resultado anual ainda é positivo

Acumulado de 2019 registra a criação de mais de 179 mil postos de trabalho com carteira assinada

Em nova sessão tumultuada, CCJ aprova parecer da reforma Previdência

Próxima etapa da tramitação será na Comissão Especial, formada por deputados para discutir o mérito da proposta

Confira a provável escalação do Vasco da Gama contra o Santos

Marcos Valadares agradece por chance no profissional e pede pelo apoio da torcida

Sonho do Vasco da Gama, Jorge Jesus recebeu 8 milhões de euros em seu último trabalho

O clube de São Januário ainda não formalizou uma proposta oficial mas pretende apresentar um projeto ao ex-treinador de Benfica e Sporting

Vasco da Gama quer o português Jorge Jesus como seu novo técnico

Nesta terça-feira, 23, Alexandre Faria conversou por alguns minutos por telefone com o treinador e iniciou os contatos para tentar contratá-lo.

The Noite recebe Marcelo Tas e jurados do “Batalha Makers”

Sobre os novos desafios de sua carreira, Marcelo Tas comenta sua estreia como apresentador do programa “Provocações”, na TV Cultura

‘Atentado ao Hotel Taj Mahal’ traz debate sobre intolerância religiosa

Baseado em história real, o longa conta com elenco majoritariamente indiano, incluindo o ator e diretor de Bollywood Anupam Kher

Vasco da Gama descarta Jair Ventura e Luxemburgo e busca inovação

O clube não descarta investir em um técnico estrangeiro e mapeia o mercado Sul-americano em busca de opções.