Jair Bolsonaro - Foto: Bolsonaro, Hospital - Redes Sociais/Flávio Bolsonro
Jair Bolsonaro – Foto: Bolsonaro, Hospital – Redes Sociais/Flávio Bolsonro

O candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) foi submetido na noite desta quarta-feira a uma cirurgia de emergência após ser identificada uma obstrução do intestino, depois de ser esfaqueado na semana passada durante ato de campanha na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

Os médicos realizaram uma tomografia no abdômen e presenciaram uma “aderência obstruindo o intestino delgado”, segundo o último boletim médico do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde o candidato está internado desde a última sexta-feira.

“Foi indicado o tratamento cirúrgico, que está sendo realizado neste momento”, ressalta o boletim médico.

Bolsonaro, que lidera as pesquisas eleitorais, sofreu hoje uma “distensão abdominal progressiva” e apresentou náuseas.

Ele permanece hospitalizado desde a última quinta-feira, quando foi esfaqueado, sofrendo graves lesões nos intestinos grosso e delgado.

Deixe seu Comentário