25.3 C
Rio de Janeiro
sábado, setembro 19, 2020
- Publicidade -

Vestíveis como o Apple Watch e os rastreadores de fitness Fitbit podem ajudar a detectar o coronavírus?

- Publicidade -
- Publicidade -

FECHAR              Como o coronavírus entra no corpo e por que se torna fatal para alguns em comparação com apenas tosse ou febre para outros?          USA TODAYSCOTTSDALE, Arizona – Fabricantes de eletrônicos pessoais como Apple, Fitbit e Samsung constroem rastreadores de fitness, smartwatches e outros wearables para ajudar a nos manter saudáveis, monitorando nossa atividade. Cada vez mais, eles também estão sendo usados ​​para identificar e monitorar os doentes. E agora, à medida que os atingidos pelo COVID-19 sobrecarregam o sistema de saúde do país, a escassez de kits de teste confunde a capacidade dos hospitais de quantificar o ataque e tomar decisões críticas. Para implantar médicos, enfermeiros, respiradores e outros recursos escassos de atendimento. Para preencher o vazio, os hospitais buscam novas maneiras criativas de aliviar o fardo, como incorporar vestíveis em seus esforços contra o coronavírus. Especificamente, eles planejam usá-los para: acompanhar o progresso da pandemia à medida que ela se espalha pelo país; identificar médicos, enfermeiros e outros clínicos que contraíram a doença o mais rápido possível; e monitorar pacientes com coronavírus para tomar melhores decisões sobre quem deve ser hospitalizado. e quando. A primeira tarefa, monitoramento da população, pode ser alcançada com quase todos os dispositivos que rastreiam a atividade e a freqüência cardíaca. No entanto, a longo prazo, a urgência que está incentivando a rápida integração dos wearables na resposta pandêmica dos fornecedores pode resultar em mudanças duradouras para os wearables. O objetivo do presente estudo foi avaliar a eficácia do uso de dados de localização celular em pacientes com doença coronariana aguda, bem como sobre a importância do diagnóstico precoce de doenças cardiovasculares, bem como sobre a importância do diagnóstico precoce. para que os wearables sirvam como ferramentas de crowdsourcing para rastrear a propagação de doenças. E agora, com até 1 em cada 3 americanos usando dispositivos de rastreamento de fitness, a multidão finalmente é grande o suficiente para contribuir. Em janeiro, por exemplo, o Scripps Research Translational Institute anunciou que construiu um modelo para rastrear a gripe, monitorando dados não identificados Como a freqüência cardíaca, a duração do sono e a atividade de dezenas de milhares de Fitbits. Na semana passada, o Scripps anunciou um novo estudo de dispositivos vestíveis, mais amplo, projetado para identificar rapidamente surtos de vírus em geral e o coronavírus em particular. Se você quiser contribuir, a Scripps está solicitando voluntários que usam roupas para participar do estudo. Para ser eficaz na estimativa de doenças nas populações, cientistas como os da Scripps não precisam de roupas para serem inteligentes o suficiente para detectar sintomas em indivíduos. Se, por exemplo, meu Fitbit constatou que meu batimento cardíaco está mais alto e a contagem de passos está mais baixa nesta semana, não há como concluir que tenho coronavírus. Mas se o dobro de usuários de smartwatch aqui em Scottsdale exibirem o mesmo padrão, as autoridades locais poderão deduzir que a doença está se espalhando aqui e usar essas informações para alimentar as decisões políticas.Tecnologia de coronavírus: o papel da tecnologia da telemedicina em dispositivos do tipo Star Trek wearables: o coronavírus pode sobreviver no seu Apple Watch ou Fitbit? Sim, dizem os especialistas. Para detectar doenças em indivíduos, os pesquisadores precisam de métricas mais avançadas. A startup Spire, no Vale do Silício, por exemplo, pode rastrear o “esforço respiratório” usando seus Health Tags, dispositivos laváveis ​​exclusivos que aderem ao lado da pele da roupa. O Departamento de Saúde e Serviços Humanos fretou a Spire para criar modelos de detecção precoce com base nessas métricas . O estudo agora está concluído e os resultados preliminares são promissores, disse a empresa. – Detecção de coronavírus: uma infecção por vez. Além das etiquetas de saúde da Spire, existem outros dispositivos vestíveis que vão além das métricas da classe de rastreamento da população para ajudar a monitorar a condição dos indivíduos, médicos, enfermeiros ou pacientes. Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças identificam três sintomas gerais de coronavírus. Um deles é o desconforto respiratório, como o que o Spire monitora, na forma de falta de ar. A Validic, fornecedora de plataforma de dados de saúde que agora ajuda organizações de saúde a implantar seu pacote de monitoramento COVID-19, prioriza a febre como um indicador importante. Agora, ele está trabalhando para incorporar vestíveis que podem detectar febres. Hoje em dia, isso é algo que poucos dispositivos portáteis usam o pulso. ‘Salvou minha vida’: o Apple Watch, o Fitbit está notificando os usuários de emergências médicas. Dois dispositivos capturaram a atenção da Validic. Um é o Oura Ring, um dos únicos wearables da classe de consumidor com um sensor de temperatura embutido. E o outro é o BioSticker, um kit médico da startup BioIntellisense do Colorado. O BioSticker adere à cavidade torácica, um ótimo local para monitorar a temperatura – assim como a frequência da respiração e da tosse, duas métricas alinhadas com os outros sintomas identificados pelo CDC. Ambos os dispositivos medem a temperatura uma vez a cada minuto, para detectar pequenos aumentos. Por outro lado, a Oura está patrocinando um estudo com os profissionais de saúde COVID-19, equipando 2.000 profissionais de saúde da Universidade da Califórnia, em São Francisco, com o Oura Ring. A empresa está monitorando a frequência respiratória e cardíaca, bem como a temperatura, enquanto tenta construir um modelo para a detecção precoce do coronavírus. Se você possui um Oura Ring, pode participar do estudo por meio do aplicativo para smartphone. O BioSticker mede a temperatura como parte de um conjunto de métricas projetadas para ajudar os clínicos a monitorar os sinais vitais dos pacientes. E o Oura integrou o anel para adicionar precisão às métricas de sono e também para ajudar a avaliar a recuperação. Poucos fabricantes de rastreadores de fitness se incomodam, porque ainda não viram um ponto. Drew Schiller, CEO da Validic, diz que espera que sensores que monitoram métricas avançadas como temperatura corporal e saturação de oxigênio se tornem comuns em wearables dentro de alguns anos. “Talvez o mais importante seja que o sistema de saúde agora entenda que wearables e monitoramento remoto são realmente realmente importante ”, disse Schiller. “Está muito claro que, se tivéssemos isso, poderíamos sair à frente do coronavírus, em vez de jogar por trás”. O colunista do USA Today Mike Feibus é presidente e analista principal da FeibusTech, um mercado de Scottsdale, Arizona. empresa de pesquisa e consultoria e produtora da série de entrevistas Privacy Now no YouTube. Entre em contato com [email protected] Siga-o no Twitter @ MikeFeibus.Leia ou Compartilhe esta história: https://www.usatoday.com/story/tech/columnist/2020/04/03/wearables-like-apple-watch-fitbit-may-play-coronavirus -detection-role / 5111959002 / Encontre carros novos e usadosCarros novos, carros usados, com motores da Cars.com

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Prefeitura faz 550 inspeções na retomada das fiscalizações do programa Ponta a Ponta da Vigilância Sanitária

Em uma semana de inspeções do órgão, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram feitas 550 vistorias e aplicadas 179 infrações por várias irregularidades, entre elas, falta de insumos de higiene e ausência de licença sanitária.

Horóscopo de domingo 20 de setembro de 2020

Confira a previsão do horóscopo para o dia 20 de setembro de 2020 e fique por dentro de tudo o que o seu signo lhe reserva para o amor, dinheiro e saúde.

Governo do Rio de Janeiro abre cadastro para renda emergencial da Lei Aldir Blanc

Profissionais da cultura poderão fazer pedido do auxílio em nova plataforma digital, a partir de segunda (21/09)

Rio de Janeiro: medidas restritivas são prorrogadas até o dia 6 de outubro

O governador em exercício Cláudio Castro prorrogou, até o dia 6 de outubro, algumas medidas restritivas de prevenção e enfrentamento à propagação da Covid-19 no estado
>

Últimas Notícias

Prefeitura faz 550 inspeções na retomada das fiscalizações do programa Ponta a Ponta da Vigilância Sanitária

Em uma semana de inspeções do órgão, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram feitas 550 vistorias e aplicadas 179 infrações por várias irregularidades, entre elas, falta de insumos de higiene e ausência de licença sanitária.

Horóscopo de domingo 20 de setembro de 2020

Confira a previsão do horóscopo para o dia 20 de setembro de 2020 e fique por dentro de tudo o que o seu signo lhe reserva para o amor, dinheiro e saúde.

Governo do Rio de Janeiro abre cadastro para renda emergencial da Lei Aldir Blanc

Profissionais da cultura poderão fazer pedido do auxílio em nova plataforma digital, a partir de segunda (21/09)

Rio de Janeiro: medidas restritivas são prorrogadas até o dia 6 de outubro

O governador em exercício Cláudio Castro prorrogou, até o dia 6 de outubro, algumas medidas restritivas de prevenção e enfrentamento à propagação da Covid-19 no estado

Lamsa recorre ao STJ para manter operação da Linha Amarela

A Lamsa apresentou recurso hoje ao STJ. A concessionária diz confiar na Justiça para manter o seu contrato de concessão

Governo do Rio prorroga restrições até 6 de outubro devido à pandemia

O governador em exercício Cláudio Castro prorrogou até o dia 6 de outubro algumas medidas restritivas de prevenção e...

Prefeitura do Rio realiza pré-matrícula de cerca de 6.000 novos alunos

Um novo período de pré-matrícula foi aberto, excepcionalmente neste ano, para atender aos novos alunos e estudantes transferidos de outras redes que desejassem ingressar na rede pública municipal.

Antonia Morais lança segundo álbum “Luzia 20.20”

O segundo disco de Antonia Morais, “Luzia 20.20”, nasceu no meio da natureza, quase psicodélico em poesia intricada, amadureceu em território plenamente brasileiro e ganha vida própria e adulta

Prefeitura faz 550 inspeções na retomada das fiscalizações do programa Ponta a Ponta da Vigilância Sanitária

Em uma semana de inspeções do órgão, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram feitas 550 vistorias e aplicadas 179 infrações por várias irregularidades, entre elas, falta de insumos de higiene e ausência de licença sanitária.

Horóscopo de domingo 20 de setembro de 2020

Confira a previsão do horóscopo para o dia 20 de setembro de 2020 e fique por dentro de tudo o que o seu signo lhe reserva para o amor, dinheiro e saúde.

Governo do Rio de Janeiro abre cadastro para renda emergencial da Lei Aldir Blanc

Profissionais da cultura poderão fazer pedido do auxílio em nova plataforma digital, a partir de segunda (21/09)

Rio de Janeiro: medidas restritivas são prorrogadas até o dia 6 de outubro

O governador em exercício Cláudio Castro prorrogou, até o dia 6 de outubro, algumas medidas restritivas de prevenção e enfrentamento à propagação da Covid-19 no estado

Taxa de Incêndio 2020 do Corpo de Bombeiros vence em outubro

As novas datas para pagamento estão compreendidas entre os dias 05 e 09 de outubro.

Confira a provável escalação do Fluminense contra o Sport

O Fluminense embarcou na manhã deste sábado (19) para Recife, onde enfrenta o Sport domingo (20), na Ilha do Retiro, às 20h30, em jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Magalu abre vagas de trainee somente para pessoas negras com salário de R$ 6.600

O Magalu está com inscrições abertas para seu programa de trainee 2021, exclusiva para candidatos negros.
- Publicidade -