24 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, outubro 23, 2020
- Publicidade -

2ª Turma determina retorno de inquérito contra ex-ministro Marcos Pereira à Justiça Eleitoral do DF

- Publicidade -
- Publicidade -

2ª Turma determina retorno de inquérito contra ex-ministro Marcos Pereira à Justiça Eleitoral do DF

- Publicidade -

Na sessão desta terça-feira (1º), a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o processo contra Marcos Antonio Pereira, ex-ministro da Indústria e Comércio do governo Dilma Rousseff, deve retornar à Justiça Eleitoral do Distrito Federal, em respeito à decisão do relator, ministro Edson Fachin, na Petição (PET) 7569. A decisão foi tomada no julgamento de agravo regimental na Reclamação (RCL) 34805.

Crime eleitoral

- Publicidade -

A investigação teve início no âmbito do STF, no Inquérito (INQ) 4432, tendo como objeto a possível realização de pagamentos ilícitos da empresa Odebrecht a políticos da coligação “Com a Força do Povo”, da chapa Dilma Rousseff e Michel Temer, nas eleições presidenciais de 2014. Após Pereira deixar o cargo e perder o foro por prerrogativa de função, o caso foi remetido à Justiça Eleitoral do DF, por decisão do ministro Fachin, na PET 7569, por haver indícios de crime eleitoral.

Arquivamento

Na reclamação, Marcos Pereira afirma que o Juízo da 1ª Zona Eleitoral de Brasília (DF) acolheu pedido sumário de arquivamento do caso, feito pelo Ministério Público Eleitoral, e declinou da competência para processar o feito para a Seção Judiciária de São Paulo (SP), o que teria afrontando a decisão do ministro Fachin na PET 7569. O relator, monocraticamente, negou seguimento à reclamação, motivando a defesa a interpor o agravo, a fim de levar o caso ao colegiado.

No início do julgamento do agravo, em sessão virtual, o ministro Edson Fachin manteve seu entendimento de que a declinação inicialmente feita pelo STF à Justiça Eleitoral de Brasília não é fixação definitiva de competência, que deve ser objeto de exame pelas instâncias próprias.

By-pass

Nesta terça-feira, na sessão telepresencial, o ministro Gilmar Mendes divergiu do relator, ao entender que a instância inferior não observou a definição da competência da Justiça Eleitoral para o processamento do feito. Assim que recebeu os autos, o MP Eleitoral pediu o arquivamento, sem realizar qualquer diligência ou investigação, e a 1ª Zona Eleitoral de Brasília acolheu o pedido, remetendo os autos para a Justiça Federal em São Paulo, mesmo diante da decisão do relator que havia fixado sua competência.

Segundo o ministro Gilmar, não caberia ao Ministério Público e ao Juízo Eleitoral afastar a eficácia da decisão do STF sem a realização de uma única diligência ou investigação. “É preciso evitar este tipo de ‘by-pass’ nas decisões do STF”, afirmou.

Ainda de acordo com o seu entendimento, seria possível que eventuais diligências mostrassem que não houve crime eleitoral. Mas, sem qualquer diligência ou investigação, não é possível dizer que houve mudança das circunstâncias fáticas ou jurídicas desde a decisão do STF até a chegada do caso à Justiça Eleitoral do DF.

Empate

A ministra Cármen Lúcia acompanhou o relator, e o ministro Ricardo Lewandowski acompanhou a divergência inaugurada pelo ministro Gilmar Mendes. Com o empate na votação, seguindo a previsão do artigo 150, parágrafo 3º, do Regimento Interno do STF, segundo o qual, em matéria criminal, havendo empate, prevalecerá decisão mais favorável ao réu, a Turma deu provimento ao agravo para determinar a devolução dos autos à 1ª Zona Eleitoral de Brasília.

MB/AS//CF

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

Horóscopo do dia 24 de outubro de 2020

Confira a previsão do horóscopo do dia 24 de outubro de 2020 e fique por dentro de tudo o que o seu signo lhe reserva para o amor, dinheiro e saúde.

Justiça argentina retira agravante de travesticídio no caso da ativista Diana Sacayán

No mesmo mês que se completa cinco anos do assassinato da militante travesti Diana Sacayán,...

Cartolouco pede Luiza Ambiel oficialmente em namoro no palco do Hora do Faro; “Eu tenho idade para te fazer feliz”

Após encarar as perguntas difíceis de Sabrina Sato, Victor Sarro, Leo Dias e Fabíola Gadelha, passar pela “máquina da...

Silvio Luiz e César Filho se enfrentam no ‘Jogo das 3 Pistas’ do ‘Programa Silvio Santos’

Neste domingo, 25 de outubro, o "Programa Silvio Santos" traz o locutor Silvio Luiz e o jornalista César Filho no 'Jogo das 3 Pistas'. Os convidados...

Triturando comemora aniversário de Chris Flores neste sábado

O programa Triturando que vai ao ar neste sábado, 24 de outubro, às 18h50, faz uma surpresa e comemora...

The Noite recebe o cantor Landau, a atriz Gabi Roncatti e o lutador Arturo Ruas nesta sexta

O programa desta sexta-feira, 23 de outubro, recebe a atriz Gabi Roncatti e o cantor Landau. Os convidados conversam com Danilo Gentili sobre seu projeto "Rock...

Trigo transgénico na Argentina: ¿qué tiene que ver con nuestro pan y circo?

La semana pasada, mientras celebrabamos el Día de los Profesores no Brasil, Argentina aprobó una...

SP: petista passa candidato do Novo e se torna maior arrecadadora em vaquinha virtual

Na quarta-feira (22, Vivi Mendes (PT), de 23 anos, se tornou a...
- Publicidade -