30.2 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, outubro 28, 2020
- Publicidade -

Ministra suspende queixa-crime de Dilma Rousseff contra Bolsonaro até fim do mandato presidencial

- Publicidade -
- Publicidade -

Ministra suspende queixa-crime de Dilma Rousseff contra Bolsonaro até fim do mandato presidencial

- Publicidade -

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu até o fim do mandato presidencial a queixa-crime (PET 8352) presentada pela ex-presidente Dilma Rousseff contra o presidente Jair Bolsonaro, na qual lhe imputa o crime de injúria (artigo 140 do Código Penal). Os fatos trazidos ao Supremo dizem respeito a conteúdo publicado por Bolsonaro, em sua conta pessoalno Twitter em 8/8/2019, que reproduz discurso feito na Câmara dos Deputados em novembro de 2014, em que compara membros da Comissão da Verdade a prostitutas. O relatório final da comissão seria entregue poucos dias depois. No Supremo, a ex-presidente afirmou que a publicação do vídeo no perfil de Bolsonaro na rede social ofendeu sua honra.

Em sua decisão, a ministra Rosa Weber destaca que o estatuto jurídico de responsabilização do chefe do Poder Executivo nacional prevê imunidade temporária à persecução penal por atos estranhos ao exercício de suas funções, nos termos do parágrafo 4º do artigo 86 da Constituição Federal. Por isso, em razão da regra, a extinção do mandato é condição de procedibilidade da ação, mas compete ao Supremo o exame preliminar, que antecede o juízo político de admissibilidade a cargo da Câmara dos Deputados, sobre a classificação técnico-jurídica dos atos imputados, para defini-los como estranhos ou pertinentes às funções presidenciais.

- Publicidade -

Para a ministra, o ato imputado na queixa-crime é estranho às funções presidenciais porque a publicação é mera reprodução de discurso proferido quando Bolsonaro ainda não exercia o ofício presidencial. A relatora verificou que o texto que precedeu a divulgação do vídeo não contém ofensa e a sua reprodução relacionou-se com conteúdo acobertado por imunidade parlamentar.


“Concluo, assim, pela incidência, ao caso concreto, da imunidade temporária à persecução penal prevista no artigo 86, § 4º, da Constituição Federal, suspendendo o curso processual durante o interstício do mandato presidencial”, afirmou a ministra Rosa Weber, acrescentando que, como se trata de questão prejudicial ao regular seguimento da pretensão punitiva, deve haver a suspensão do curso do prazo prescricional até o fim do mandato de Jair Bolsonaro.

Leia aqui a íntegra da decisão

VP/AS//CF

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Reaberto, Teatro Riachuelo recebe tributo a Renato Russo

Em seu segundo fim de semana com programação em formato “figital”, casa recebe projeto especial do ator e cantor Bruce Gomlevsky, às 20h, no mês em se completa 24 anos sem esse gênio da música brasileira.

Últimas Notícias

Reaberto, Teatro Riachuelo recebe tributo a Renato Russo

Em seu segundo fim de semana com programação em formato “figital”, casa recebe projeto especial do ator e cantor Bruce Gomlevsky, às 20h, no mês em se completa 24 anos sem esse gênio da música brasileira.

Uma epidemia silenciosa atinge as gestantes brasileiras

A sífilis pode causar graves problemas neurológicos nas mães e nos bebês

Jorge Aragão retorna aos palcos em show no Vivo Rio

Recuperado do Covid 19 e com mais de quarenta anos dedicados exclusivamente à música, Jorge Aragão é um dos maiores sambistas brasileiros, reconhecido internacionalmente

Canal Curta! participa do DOCSP em mesa de discussões e com bate-papo sobre o documentário ‘Todas as Melodias’

O canal Curta! marca, mais uma vez, presença no DOCSP ao integrar uma mesa sobre as possibilidades de geração...

Audiências da Record TV, na terça-feira, dia 27/10

Audiências de terça-feira, 27/10Com formação da Roça, A Fazenda vence, pela primeira vez, programa musical da concorrente na média...

Turma do ‘Pontinhos de Casa’ encara desafio de Halloween nesta quarta-feira

A bruxa está solta no “Pontinhos de Casa” desta quarta-feira, 28 de outubro. Em um desafio divertido, a apresentadora Patricia Abravanel anuncia...

Penny Dreadful e The Night Manager chegam à Starzplay

Duas atrações de peso chegam à Starzplay no dia...

Reaberto, Teatro Riachuelo recebe tributo a Renato Russo

Em seu segundo fim de semana com programação em formato “figital”, casa recebe projeto especial do ator e cantor Bruce Gomlevsky, às 20h, no mês em se completa 24 anos sem esse gênio da música brasileira.

Como estão os tratamentos experimentais para a Covid-19

Como ficou claro após meses de pandemia, a COVID-19 pode afetar as pessoas de diversas formas. Algumas são assintomáticas, ou seja, podem ser infectadas e não manifestar sintomas.

Cada morte no trânsito custa R$ 785 mil ao Brasil

Cada morte decorrente de acidente de trânsito no Brasil custa, aos cofres públicos, R$ 785 mil. Segundo o Instituto de Pesquisas Econômicas e Aplicadas (IPEA), os acidentes consomem R$ 50 bilhões por ano.

Fórmula 1: Hamilton e o significado do recorde de vitórias

No passado 25 de outubro se fez história na Fórmula 1. Lewis Hamilton se tornou o piloto mais vitorioso de sempre, com sua 92.ª vitória, ultrapassando as 91 de Michael Schumacher.
- Publicidade -