20 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, outubro 19, 2020
- Publicidade -

Brasileiros embarcam para Mundial de Meia Maratona, na Polônia

- Publicidade -
- Publicidade -

Cinco fundistas brasileiros viajam na noite desta quarta-feira (14) para a Polônia, onde disputam, no próximo sábado (17), o Mundial de Meia Maratona, na cidade de Gydnia. A prova de 21 quilômetros marca a retomada dos principais eventos da World Athletics – federação Internacional de atletismo – desde o início da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

No masculino, o Brasil será representado por Ederson Vilela Pereira, Gilmar Silvestre Lopes e Daniel Ferreira do Nascimento. Este último é, atualmente, o líder do ranking nacional de Meia Maratona, com tempo de uma hora, quatro minutos e 34 segundos. A marca foi estabelecida por ele ao vencer a edição deste ano da Meia Maratona Internacional de São Paulo, em fevereiro, transmitida ao vivo pela TV Brasil.

- Publicidade -

“Espero fazer uma ótima prova. Acredito que estou bem treinando e que vou melhorar bastante minha marca. Pude consertar mil e uma coisas [durante a preparação]”, afirma Daniel, que compete pela Associação Bauruense de Desportos Aquáticos (ABDA), de Bauru (SP).

Daniel Nascimento, São Silvestre

- Publicidade -

Daniel Nascimento com a premiação pela 11ª posição na corrida de São Silvestre, edição de dezembro de 2019 – Neto Gonçalves/Arquivo Pessoal/Direitos Reservados

A princípio, a competição na Polônia seria disputada em março, mas precisou ser adiada devido à pandemia. “Tivemos que alterar todo o planejamento. Ele teve um descanso em abril e recomeçamos a preparação após o início de maio, treinando sempre de forma isolada, por vezes sozinho, em estradas de terra”, descreve o técnico de Daniel, Neto Gonçalves.

Entre as mulheres, o Brasil contará com Valdilene dos Santos Silva e Andreia Hessel. Para ambas, o Mundial é a oportunidade de retomar o ritmo de competição em uma prova forte, já que miram a Maratona de Valência (Espanha), em dezembro, onde podem atingir o índice olímpico (correr abaixo de duas horas, 29 minutos e 30 segundos) para assegurar vaga nos Jogos de Tóquio (Japão).

“Não estamos pensando muito em marca, até porque eu tive uma preparação um pouco limitada, por morar em São Paulo [capital] e não ter conseguido treinar nos locais que a gente está acostumado, para fazer um treino específico [devido às restrições da pandemia]. Então, a expectativa para o Mundial é aproveitar [a concorrência com] os atletas que estarão lá. Acredito que será uma das edições mais fortes. Possivelmente, cairão os recordes [mundiais], tanto no masculino como no feminino”, avalia Valdilene.

Valdilene Silva, Atletismo, Time Brasil

A fundista Valdilene Silva busca recuperar o ritmo, já com foco na Maratona de Valência (Espanha), em dezembro, prova fundamental para assegurar vaga nos Jogos de Tóquio  – Wagner Carmo/CBAt/Direitos Reservados

Já para Andreia, a disputa será a volta dela aos eventos internacionais após um ano. “Minha última foi o Mundial [de Atletismo] em Doha, no Catar. Na semana passada, corri uma prova de 10 quilômetros em pista, em Bragança Paulista (SP). A expectativa é sempre a melhor. A meta é buscar minha melhor marca pessoal”, diz a fundista, que compete pelo Pinheiros, de São Paulo, assim como Valdilene.

Além dos atletas, a delegação brasileira na Europa será composta pelo técnico Claudio Castilho, pelo médico André Luís Lugnani de Andrade e pelo fisioterapeuta Ricardo Zacharias de Souza. Todos foram submetidos a testes da covid-19 antes da viagem e serão novamente examinados ao chegarem na Polônia na quinta-feira (15), conforme os protocolos sanitários do país.

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Curiosidades do Cricket: partida mais longa durou 12 dias sem time vitorioso

Cricket é um dos esportes mais tradicionais do mundo com mais de 100 anos de história. Durante sua trajetória em diferentes pontos do globo, a prática passou por mudanças e adaptação de suas regras. Uma partida emblemática do esporte aconteceu em 1939, com duração de 12 dias e terminando com empate.

Últimas Notícias

Curiosidades do Cricket: partida mais longa durou 12 dias sem time vitorioso

Cricket é um dos esportes mais tradicionais do mundo com mais de 100 anos de história. Durante sua trajetória em diferentes pontos do globo, a prática passou por mudanças e adaptação de suas regras. Uma partida emblemática do esporte aconteceu em 1939, com duração de 12 dias e terminando com empate.

Jeep® explora o deserto de Moab e mostra “O mais selvagem dos Renegades” em novo filme

Para percorrer um local com estas condições climáticas, é necessário ser forte, ágil e rápido, assim como o mais selvagem dos Renegades. É isso que mostra a nova campanha da Jeep®, que explora o clima desértico com a nova versão Renegade Moab.

Eleições 2020: Eduardo Paes tem 87% de chances de vencer no Rio de Janeiro

Já em São Paulo, a e probabilidade de vitória do candidato Celso Russomanno ser nas eleições municipais é de 61%,

Polícia Civil prende nove pessoas e apreende animais silvestres em feira de Duque de Caxias

Na operação, que contou com agentes disfarçados se passando por compradores, nove pessoas foram detidas em flagrante por crimes contra a fauna.

Polícia Civil prende miliciano acusado de homicídio em Magé

Ele foi localizado em uma residência no município de Magé, onde foi cumprido um mandado de prisão preventiva.

Cassino do Rio: para quando?

A legalização dos jogos de cassino continua a ser tema muito falado em Brasília. As últimas notícias dão conta que o governo pretende liberar a construção de cassinos em um formato especial e em número limitado.

Curiosidades do Cricket: partida mais longa durou 12 dias sem time vitorioso

Cricket é um dos esportes mais tradicionais do mundo com mais de 100 anos de história. Durante sua trajetória em diferentes pontos do globo, a prática passou por mudanças e adaptação de suas regras. Uma partida emblemática do esporte aconteceu em 1939, com duração de 12 dias e terminando com empate.

Conta Digital Facito inicia operação no Rio de Janeiro em novembro

Os 17,3 milhões de habitantes do Estado do Rio de Janeiro passarão a contar com uma nova opção de linha de crédito a partir de novembro, com a chegada da Conta Digital Facito, em parceria com a instituição financeira Stone.
- Publicidade -