19 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, setembro 23, 2020
- Publicidade -

Vasco da Gama corre risco de rebaixamento por conta do Caso Clayton; Fluminense observa

- Publicidade -
- Publicidade -

O Vasco da Gama, que eestá muito perto de se livrar matematicamente do rebaixamento, vive dias de tensão, já que na última segunda-feira, 18, uma suspeita de irregularidade assustou o torcedor.

O clube se viu às voltas com a suspeita de que o atacante Clayton teria sido inscrito de forma irregular, o que poderia acarretar na perda de pontos e uma multa de R$ 100 a 100 mil.

O Vasco da Gama ocupa hoje a 10ª posição, com 44 pontos. Em caso de punição, o clube pode perder muitos pontos e acabar no Z4, correndo risco de rebaixamento para a segunda divisão.

>
>
>

Clubes que estão lutando contra o rebaixamento, como o Fluminense, por exemplo, estão de olho na situação do Vasco da Gama.

- Publicidade -

Em entrevista ao Globoesporte.com, Alexandre Campello, presidente do Vasco negou qualquer irregularidade e comparou o caso ao da Portuguesa, que acabou rebaixada em situação parecida e beneficiou Flamengo e Fluminense em 2013,

“Do ponto de vista jurídico, nós não temos a menor dúvida de que não existe qualquer irregularidade. Isso me parece muito mais uma tentativa de virada de mesa de quem corre o risco de cair. E virada de mesa é algo que não cabe mais nos dias de hoje. Além do que, o Vasco não é a Portuguesa”, disse Campello.

Entenda o Caso Clayton

Clayton começou o Brasileirão inscrito pelo Bahia, onde estava sob empréstimo do Atlético-MG. O atacante voltou para o Galo e chegou a ser relacionado para algumas partidas no banco de reservas. Depois disso, o atacante foi emprestado ao Vasco da Gama.

O Gigante da Colina carioca é acusado de registrar Clayton de forma irregular, já que, segundo o Artigo 46 do Regulamento Geral de Competições (RGC) da CBF, um atleta só pode atuar por, no máximo, três equipes em competições nacionais.

A dúvida paira sobre o fato de Clayton não ter entrado em campo pelo Galo e ter permanecido os jogos todos no banco de reservas, sem levar cartões.

Confira os Artigos 43 e 46 do RGC:

Art. 43 – O fato de ser relacionado na súmula na qualidade de substituto não será computado para aferir o número máximo de partidas que um atleta pode fazer por determinado Clube antes de se transferir para outro de mesma competição, na forma do respectivo REC.

Parágrafo único – Se, na condição de substituto, o atleta vier a ser apenado pelo árbitro ou
pela Justiça Desportiva, será considerada como partida disputada pelo infrator, para fins de
quantificação do número máximo a que alude o caput deste artigo.

Art. 46 – O atleta que já tenha atuado por 2 (dois) outros Clubes durante a temporada, em
quaisquer das competições nacionais coordenadas pela CBF e integrante do calendário
anual, não pode atuar por um terceiro Clube, mesmo que esteja regularmente registrado.

§ 1º – O atleta, durante a temporada, poderá estar registrado por, no máximo, 3 (três) Clubes.

§ 2º – Excluem-se dos limites de atuação e de registro fixados no caput e no § 1º deste artigo as copas regionais e os certames estaduais.

§ 3º – Entende-se por temporada, para os efeitos deste artigo, o período compreendido entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de cada ano.

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Vasco da Gama x Botafogo na Copa do Brasil: Escalações e onde assistir

Vasco da Gama e Botafogo se enfrentam nesta quarta-feira, dia 23. Para um deles, a partida termina com a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Para o outro, vai representar o fim do sonho do título.

Últimas Notícias

Vasco da Gama x Botafogo na Copa do Brasil: Escalações e onde assistir

Vasco da Gama e Botafogo se enfrentam nesta quarta-feira, dia 23. Para um deles, a partida termina com a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Para o outro, vai representar o fim do sonho do título.

Vasco da Gama x Botafogo na Copa do Brasil: Escalações e onde assistir

Vasco da Gama e Botafogo se enfrentam nesta quarta-feira, dia 23. Para um deles, a partida termina com a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Para o outro, vai representar o fim do sonho do título.
- Publicidade -