24 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, outubro 29, 2020
- Publicidade -

Às vésperas de estreia, Camilinha aposta em bagagem para ajudar Palmeiras no Brasileiro Feminino

- Publicidade -
- Publicidade -

A meia-atacante, que vem de empréstimo do Orlando City, se mostrou ansiosa para voltar aos gramados e ajudar o Verdão no Brasileirão Feminino A-1

Neste sábado (29), o Palmeiras volta aos gramados e faz sua primeira partida no Brasileirão Feminino A-1 após a paralisação por conta da pandemia da covid-19. O retorno à competição também pode coincidir com a estreia da principal contratação do Verdão neste período: Camilinha. A meia-atacante conversou com o site da CBF às vésperas de seu possível debute pelo clube paulista e falou sobre a ansiedade em ajudar o time com sua experiência.

- Publicidade -

À disposição do técnico Ricardo Belli para a partida contra a Ponte Preta, Camilinha ressaltou a experiência adquirida internacionalmente nos últimos anos como um trunfo a seu favor. Com uma carreira consolidada já aos 25 anos, ela sabe da importância de sua chegada ao Alviverde, mas garante que as altas expectativas não afetarão seu desempenho dentro das quatro linhas.

“Eu sinto, sim, uma responsabilidade porque eu vim de fora com bastante experiência, já que estava no Orlando Pride, uma equipe que tem muita visibilidade. Ainda assim, não vou deixar com que esse fator possa influenciar dentro de campo. É um novo desafio e eu pretendo dar o meu melhor, voltei com muita vontade de jogar e sentir a adrenalina das partidas. Tenho certeza que o Palmeiras vai somar muito na minha carreira e eu também espero somar para o clube”, destacou a jogadora.

- Publicidade -

Figura constante nas convocações da técnica Pia Sundhage para a Seleção Brasileira Feminina, Camilinha disputou a Copa do Mundo de 2019, na França, defendendo as cores de seu país. Companheira de Marta com a camisa da Amarelinha e também na liga americana no Orlando Pride, a jovem cita sua evolução técnica e tática como consequência dessa bagagem internacional – sobretudo nos últimos anos.

“A Camilinha de cinco anos atrás é totalmente diferente da versão de hoje em dia. Evoluí profissionalmente e pessoalmente e tive a oportunidade de jogar com grandes atletas, como a Marta. Sou grata ao Orlando Pride (EUA), pois eles apostaram no meu potencial. Voltei para o Brasil querendo mostrar todo esse aprendizado”, analisou a meia.

Seleção Feminina - Sessão de fotos FIFA - Copa do Mundo 2019 - Camilinha
Seleção Feminina – Sessão de fotos FIFA – Copa do Mundo 2019 – Camilinha

Créditos: Naomi Baker/FIFA

Camilinha já participa normalmente dos treinos da equipe do Verdão. No entanto, a atleta admite que sua condição física atualmente ainda não é a ideal, por conta do período de treinos virtuais – que, de acordo com a própria, ajudaram na preparação, mas não simulam 100% a intensidade de uma atividade presencial. Mas nem mesmo esses fatores impedem a meia-atacante de demonstrar sua ansiedade de entrar em campo já neste sábado, às 15h, diante da Macaca.

“Infelizmente, 100% fisicamente eu não estou. Fiquei um período de quarentena para cumprir todos os protocolos e a gente estava fazendo os treinamentos via Zoom, mas, mesmo assim, não é a mesma coisa de você estar na intensidade de um treino e de uma partida. Mas a minha cabeça está completamente voltada para o jogo, estou preparada para estrear e, enquanto eu estiver dentro de campo, vou dar o meu máximo para ajudar a equipe, independentemente do tempo que eu participar”, admitiu.

Pronta para voltar a atuar no Brasil após anos jogando no exterior, Camilinha destacou a importância de reencontrar antigas companheiras e sentir novamente o “calor” do futebol nacional. O objetivo da meia-atacante nessa empreitada no Palmeiras é bem claro: brigar pelo título do Brasileirão e do Paulistão.

“As expectativas são as melhores possíveis, vou me doar 100% ao Palmeiras, que me deu a oportunidade de retornar ao Brasil depois de quatro anos. É especial poder sentir esse calor brasileiro de novo, reencontrar as minhas amigas, jogar contra elas e ter a oportunidade de fazer novas amizades no clube. Estou muito ansiosa para voltar a jogar, vestir a camisa do Palmeiras e ajudar a equipe a chegar o mais perto possível da taça do Campeonato Brasileiro e o Campeonato Paulista”, concluiu.

Camilinha foi apresentada oficialmente pelo Palmeiras na última segunda-feira (24)
Camilinha foi apresentada oficialmente pelo Palmeiras na última segunda-feira (24)

Créditos: Fabio Menotti/ Palmeiras

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

- Publicidade -