21.1 C
Rio de Janeiro
sábado, outubro 31, 2020
- Publicidade -

Ministério reabre edital para doação de material de combate à covid-19

- Publicidade -
- Publicidade -
- Advertisement -

Pessoas físicas e empresas podem doar, até 1º de outubro, material de combate à covid-19. O Ministério da Economia reabriu edital para receber equipamentos como como máscaras, luvas, álcool em gel e termômetros. A pasta também reabriu chamamento público para a doação de computadores e tablets para que servidores públicos continuem a trabalhar de casa durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Segundo o Ministério da Economia, o governo federal arrecadou, até agora, o equivalente a R$ 30,3 milhões nos dois editais: de doações para auxiliar no combate à pandemia e de equipamentos para a manutenção de serviços públicos.

Abertos pela primeira vez em março, no início da pandemia de covid-19, os editais foram reabertos de maio até o fim de junho. Na última quarta-feira (26), a pasta abriu novamente os editais para recebimento de material.

As doações poderão ser entregues em qualquer localidade do país. Qualquer pessoa física ou jurídica, nacional ou estrangeira em situação regular no país, poderá se habilitar para a doação, mediante inscrição via internet.

Os interessados em fazer as doações podem apresentar protocolo eletrônico ou petição eletrônica na página do Ministério da Economia. Quem quiser pode se inscrever por e-mail, no endereço [email protected]. O prazo para doação acaba às 18h de 1º de outubro.

As doações de material de saúde devem seguir as especificações mínimas de segurança estabelecidas no edital. No caso do material para teletrabalho, poderão ser doados equipamentos novos ou usados, desde que atendam aos requisitos mínimos do chamamento público.

Além dos tablets, o Ministério da Economia está recebendo computadores de mesa (desktops) e computadores portáteis (laptops). As especificações mínimas são as seguintes: processador de 2 GHz (ou superior), nos modos 32 bits ou 64 bits; 4 GB de RAM de memória; disco rígido de pelo menos 500 GB; resolução de tela de pelo menos 1024 por 768 pixels; placa de vídeo com pelo menos 128 MB de memória gráfica e sistema operacional Windows 10 ou Windows 8.1, de 32 bits e 64 bits; ou Ubuntu 16.04 LTS, 18.04 LTS, ou superior.

Outras doações

Os interessados em doar outros insumos e serviços para o combate à covid-19 podem procurar a plataforma oficial de doações do governo federal, o Reuse.

Primeiramente, o usuário deve cadastrar-se no portal. A partir daí, basta acessar o site do Reuse e incluir as doações na opção “quero doar”. O interessado deve incluir as informações sobre o produto ou serviço, anexar fotos e, se desejar, indicar um órgão específico para receber os itens.

A Central de Compras do Ministério da Economia analisará a oferta. Após a avaliação, o anúncio do doador será publicado automaticamente pelo Reuse e ficará disponível por dez dias.

- Publicidade -

Veja Também

Últimas Notícias

- Publicidade -

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Réveillon Rio 2021 será pago integralmente pela iniciativa privada

SRCOM foi a única empresa a apresentar proposta, com projeto que cumpre todos os requisitos exigidos pela Riotur, para a virada carioca

Alunos e professores de escolas públicas do Rio poderão ganhar ingressos para eventos

Projeto de lei prevê a doação por parte das empresas que recebem incentivos fiscais

Megaoperação no Complexo da Maré dura mais de 10 horas; mulher grávida é baleada

Moradores do Complexo de favelas da Maré amanheceram nesta terça-feira, 27, com uma megaoperação policial em suas portas. A operação começou por volta das 5h...

Rio de Janeiro inicia censo da população em situação de rua

Com o censo, a Prefeitura espera sensibilizar Justiça, Mninistério Público e Defensoria Pública para, juntos com o Município, desenvolver ações para reinserir essas pessoas no mercado de trabalho.

Shopping Jardim Guadalupe inaugura nova sede do Blindando Vidas

Projeto oferece aulas gratuitas de artes marciais para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade desde 2017
- Publicidade -