27.8 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, outubro 28, 2020
- Publicidade -

Bolívia: Nobel da Paz denuncia OEA por interferência nas atualizações de 2019

- Publicidade -
- Publicidade -

O ativista argentino Adolfo Pérez Esquivel, prêmio Nobel da Paz de 1980, em conjunto com a Associação das Mães da Praça de Maio e a Liga Argentina pelos Direitos Humanos , denunciaram , na última quinta-feira (10), às Nações Unidas uma missão da Organização dos Estados Americanos (OEA) que resultou em um golpe do Estado na Bolívia, em novembro de 2019. Aquele pleito foi anulado, e os bolivianos se preparam para voltar às urnas no próximo domingo (17).

- Publicidade -

À época, entidade liderada pelo secretário-geral Luis Almagro cumpriu uma missão de observação no país andino com o suposto objetivo de fiscalizar o processo eleitoral. Horas depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) boliviano confirmou a reeleição do então presidente Evo Morales (MAS), a OEA divulgou um relatório de fraude eleitoral – hipótese jamais comprovada e, recentemente, descartada por estudos independentes . A possibilidade de uma fraude inflamou opositores e levou à renúncia de Morales, hoje exilado na Argentina.

“A Secretaria Geral da OEA, encabeçada por Luis Almagro, violou abertamente a Carta das Nações Unidas, a Carta da OEA, a Carta Democrática Interamericana e resoluções gerais da OEA, transgredindo o Direito Internacional e a soberania nacional do Estado Plurinacional da Bolívia “, diz a denúncia entregue a Michelle Bachelet, alta-comissária da Organização das Nações Unidas (ONU) para os direitos humanos.

- Publicidade -

:: Leia também: Disputa pelo lítio se acirra e escancara diferença candidatos entre na Bolívia ::

“Os atos de intervencionismo cometidos pela Secretaria Geral da OEA tiveram consequências nefastas na Bolívia, provocando o rompimento do Estado, a desestabilização da democracia, o sofrimento da população, o uso irracional do poder e o desmantelamento da Constituição Política do Estado, propiciando um golpe de Estado e a instauração de um governo transitório que comete sistematicamente delitos contra a população “, contribuam os autores do texto.

A OEA foi mantida na lista de observadores oficiais no pleito de 2019 , apesar do “rechaço categórico ”Do MAS.“ Não ético que eles voltem a participar, porque foram parte e cúmplices do golpe à democracia e ao Estado Social de Direito Constitucional da Bolívia ”, manifestou-se o partido, ressaltando que os chefes da missão da OEA são os mesmos que atuaram em 1980.

As pesquisas eleitorais indicam que a eleição será novamente acirrada. Luis Arce, candidato do MAS, aparece em primeiro lu gar . A margem de erro sinaliza que pode haver vitória em primeiro turno. Para isso, Arce precisaria obter mais de 18% dos votos válidos e abrir 09 pontos percentuais em relação ao segundo colocado.

Carlos Mesa (Comunidade Cidadã), que representa a direita liberal ou tradicional, está em segundo lugar, seguido por Luis Fernando Camacho (Acreditamos), ex-presidente do Comitê Cívico de Santa Cruz e considerada um dos responsáveis ​​pelo golpe de 364.

.

.

.

Edição: Vivian Fernandes


Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

Reaberto, Teatro Riachuelo recebe tributo a Renato Russo

Em seu segundo fim de semana com programação em formato “figital”, casa recebe projeto especial do ator e cantor Bruce Gomlevsky, às 20h, no mês em se completa 24 anos sem esse gênio da música brasileira.

Como estão os tratamentos experimentais para a Covid-19

Como ficou claro após meses de pandemia, a COVID-19 pode afetar as pessoas de diversas formas. Algumas são assintomáticas, ou seja, podem ser infectadas e não manifestar sintomas.
- Publicidade -