25.1 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, outubro 30, 2020
- Publicidade -

Polícia do Rio apreende cobras exóticas de importação proibida

- Publicidade -
- Publicidade -
- Advertisement -

Policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) prenderam no Rio de Janeiro, nesta terça-feira (13), um homem que criava três cobras exóticas proibidas de importação. 

Os animais, da espécie corn snake, conhecida como cobra do milho, estavam em um aquário de 1,5 metro em uma residência no bairro do Anil, em Jacarepaguá, zona oeste da capital. A espécie é de origem norte-americana e não pode ser criada e nem vendida no Brasil.

De acordo com o delegado titular da especializada, Mario Jorge Andrade, a importação desse animal é proibida para fins comerciais, manutenção em cativeiro como animal de estimação ou ornamentação, bem como para exibição em espetáculos. O homem foi autuado em flagrante por receptação.

- Publicidade -

Veja Também

Últimas Notícias

- Publicidade -

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Réveillon Rio 2021 será pago integralmente pela iniciativa privada

SRCOM foi a única empresa a apresentar proposta, com projeto que cumpre todos os requisitos exigidos pela Riotur, para a virada carioca

Alunos e professores de escolas públicas do Rio poderão ganhar ingressos para eventos

Projeto de lei prevê a doação por parte das empresas que recebem incentivos fiscais

Megaoperação no Complexo da Maré dura mais de 10 horas; mulher grávida é baleada

Moradores do Complexo de favelas da Maré amanheceram nesta terça-feira, 27, com uma megaoperação policial em suas portas. A operação começou por volta das 5h...

Rio de Janeiro inicia censo da população em situação de rua

Com o censo, a Prefeitura espera sensibilizar Justiça, Mninistério Público e Defensoria Pública para, juntos com o Município, desenvolver ações para reinserir essas pessoas no mercado de trabalho.

Shopping Jardim Guadalupe inaugura nova sede do Blindando Vidas

Projeto oferece aulas gratuitas de artes marciais para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade desde 2017
- Publicidade -