25.1 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, outubro 30, 2020
- Publicidade -

“Nossa tarefa é ir para a rua”, diz trabalhador enquanto refinarias podem entrar à venda

- Publicidade -
- Publicidade -
- Advertisement -

Após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) na última quinta-feira que autorizou a venda das refinarias da Petrobras pelo governo federal sem anuência do Congresso, o movimento contrário à privatização da estatal continua se mobilizando contra o plano econômico do Bolsonaro .

A afirmação é do técnico de plataforma de petróleo Alexandre Finamori, que trabalha na Refinaria Gabriel Passos (Regap), localizada no estado de Minas Gerais, e é um dos diretores do estado Sindicato dos Trabalhadores na Indústria do Petróleo (Sindipetro – MG).

“Diante disso, nossa tarefa é ir às ruas, conversar com a população, compartilhar dados técnicos, quaisquer informações que forem necessárias, e articular uma sociedade civil organizada, pois toda a sociedade sofrerá com a privatização ”, destacou Finamori.

Ele ressalta que embora a decisão do STF favoreça a aceleração dos processos de venda, o combate à privatização precisa seguir no mesmo ritmo, e lembra s que a tarefa de “estender a mão à sociedade para esclarecer os aspectos negativos da privatização” era importante antes da decisão do Supremo Tribunal e permanece na mente dos trabalhadores.

A narrativa de Finamori é reforçada por o chefe da Frente Parlamentar em Defesa da Petrobras, senador Jean Paul Prates, que afirma que o grupo já começou a ampliar as discussões com a sociedade civil ”sobre o assunto.

“ Não somos um movimento formado exclusivamente por parlamentares de esquerda, também temos gente de centro, de direita, todos preocupados com a prerrogativa constitucional do Congresso e com a bagunça que essa manobra do governo vai criar. As consequências serão graves , é nosso dever alertar as pessoas ”, disse em declarações ao Brasil de Fato.

Para Prates, a compreensão de que a batalha judicial e política ainda não acabou, é fundamental neste momento em que o governo pretende entregar centenas de empresas estatais à iniciativa privada, e a decisão do STF é vista por o governo federal, como mais um sinal verde para a agenda econômica ultra neoliberal do ministro da Fazenda Paulo Guedes.

Mário Dal Zot, um dos diretores do Federação Unificada dos Petroleiros (FUP) e presidente da Associação dos Acionistas dos Trabalhadores da Petrobras (Anapetro), defende que é preciso fazer com que a sociedade entenda as razões econômicas e políticas que permitem aos especuladores agir diretamente afetar o bolso do cidadão comum, via o que é produzido pela Petrobras.

“Hoje no Brasil, se ele quisesse, com um golpe da caneta o presidente poderia reduzir o preço dos combustíveis – diesel, gasolina, gás de cozinha – em todo o país. Ele não faz isso porque não quer e se tornará cada vez mais dependente. Com a entrega dessas refinarias ao capital privado, ele não terá mais autonomia para lidar com essas questões ”, argumentou.

Lista

O objetivo do governo é vender oito refinarias , três das quais já estão em processo de privatização.

O presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Petrobras vê uma “simplificação excessiva” por parte do governo no que diz respeito aos debates as vendas. Ele destaca o fato de que “as refinarias têm impactos diferentes localmente e consequências diferentes serão sentidas na cadeia de abastecimento mais ampla”.

“O governo está tentando vender a ideia de que todas as refinarias estão o mesmo e intercambiável, que eles são um monopólio. Isso é um monte de besteira, o mercado já está aberto à iniciativa privada, eles podem entrar quando quiserem. O que eles estão realmente fazendo é sabotar a opção pública estratégica na hora de gerenciá-los ”, critica o legislador.

O Bolsonaro A administração vem defendendo a venda das refinarias da Petrobras com o argumento de que é preciso reduzir a participação do Estado na economia e nas dívidas da empresa. De todas as empresas federais em operação, a gigante do petróleo detém o maior número de subsidiárias, totalizando 35.

Editado por: Leandro Melito


2020

- Publicidade -

Veja Também

Últimas Notícias

Filmes na Record TV de 31/10 a 01 de novembro de 2020

Cine AventuraSábado, dia 31/10 – 15h“O Tigre e o Dragão”  HD com audiodescriçãoTítulo Original: Crouching Tiger, Hidden DragonElenco: Yun-Fat Chow, Michelle Yeoh, Ziyi Zhang, Chen Chang, Pei-Pei Chang, Sihung Lung, Li Li, Fazeng...
- Publicidade -

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Réveillon Rio 2021 será pago integralmente pela iniciativa privada

SRCOM foi a única empresa a apresentar proposta, com projeto que cumpre todos os requisitos exigidos pela Riotur, para a virada carioca

Alunos e professores de escolas públicas do Rio poderão ganhar ingressos para eventos

Projeto de lei prevê a doação por parte das empresas que recebem incentivos fiscais

Megaoperação no Complexo da Maré dura mais de 10 horas; mulher grávida é baleada

Moradores do Complexo de favelas da Maré amanheceram nesta terça-feira, 27, com uma megaoperação policial em suas portas. A operação começou por volta das 5h...

Rio de Janeiro inicia censo da população em situação de rua

Com o censo, a Prefeitura espera sensibilizar Justiça, Mninistério Público e Defensoria Pública para, juntos com o Município, desenvolver ações para reinserir essas pessoas no mercado de trabalho.

Shopping Jardim Guadalupe inaugura nova sede do Blindando Vidas

Projeto oferece aulas gratuitas de artes marciais para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade desde 2017
- Publicidade -