25.5 C
Rio de Janeiro
domingo, outubro 25, 2020
- Publicidade -

Exposição de fotografias alerta para prevenção do câncer de mama

- Publicidade -
- Publicidade -

Durante todo o mês de outubro uma exposição de fotografias de mulheres que venceram o câncer de mama estará disponível em seis pontos da capital paulista. Idealizada pela organização não governamental (Ong) Instituto Viver Hoje a mostra Mulheres no Espelho tem o objetivo de informar sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, além de incentivar o aumento da autoestima das mulheres que passaram pela doença. A ação faz parte do Outubro Rosa, mês de conscientização sobre o câncer de mama.

São 12 painéis expostos de 1 a 31 de outubro na estação de Metrô Paulista e nos shoppings Atrium, Raposo e Grand Plaza Shopping. Em novembro as obras estarão na estação de Metrô Morumbi e em dezembro na estação Luz do Metrô. O público também poderá conferir em vídeos os depoimentos das mulheres sobre os desafios no processo de superação.

- Publicidade -

As dez mulheres que participam da exposição foram fotografadas por Simone Silvério (especialista em ensaios de família) e Jaiel Prado (especialista em ensaios de beleza), da Galeria da Studio Trend. O making of foi realizado pela fotógrafa Carla Durante. O ensaio aconteceu na casa de Simone, com as modelos sendo produzidas por maquiador, cabeleireiro e figurinista. 

“A expressão de cada uma das mulheres retratadas na exposição é uma mostra que é possível vencer essa luta. Fotografar essas mulheres é retratar histórias de coragem, fé, beleza e superação. Uma sensação única”, disse Simone, que participa da campanha pela segunda vez.

- Publicidade -

A presidente do Instituto Viver Hoje, que existe há cinco anos, Cristina Gomes, afirmou que a exposição pretende divulgar informações e alertar sobre a prevenção da doença.

“Pretendemos que não só as mulheres, como também os homens que visitarem essas exposições fiquem atentos sobre a prevenção e disseminem essa informação com suas esposas, filhas, irmãs”, destacou.

A dona de casa Ana Maria Ferreira do Nascimento descobriu o câncer de mama aos 37 anos. Ela é uma das mulheres fotografadas para a campanha.

“Em nenhum momento deixei de lutar, porque sempre pensava na minha filha que na época tinha apenas 4 anos, foi difícil, mas descobri que a doença não é o fim é um recomeço”, ressaltou.

A acompanhante de idosos Eunice Tôrres, de 56 anos, que passou pelo processo de câncer de mama em três etapas e precisou realizar a mastectomia nos dois seios disse que se sentiu uma atriz de Hollywood no dia das fotos e que quer causar inspiração nas mulheres que estão passando pela doença.

“É um processo difícil, mas é possível vencer. Quero que outras mulheres que estão passando pela doença se inspirem com nossas fotos e nossas histórias”.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Brasil terá em 2020 mais de 66 mil novos casos de câncer de mama. Por haver diversos tipos da patologia, o câncer de mama pode evoluir de diferentes formas. Por isso é preciso estar atenta para a detecção precoce, já que a maioria das vezes a doença é percebida pelas próprias mulheres.

Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos simples como praticar atividades físicas, alimentação saudável, manter o peso adequado, evitar bebidas alcoólicas, amamentar, evitar hormônios sintéticos.

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

- Publicidade -