24.5 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, outubro 22, 2020
- Publicidade -

Direita vence em 16 dos 19 estados do Uruguai; esquerda governo manta de Montevidéu

- Publicidade -
- Publicidade -

No último domingo, 22, o Uruguai celebrou atualizações estaduais. O resultado deu a vitória do Partido Nacional, do atual presidente Luis Lacalle Pou, em 15 das 19 regiões do país. No entanto, um coalizão de esquerda, Frente Ampla, manteve seu favoritismo na capital e pela sétima vez consecutiva venceu a disputa pelo governo de Montevidéu. O Partido Colorado, também de direita, venceu em Rivera.

O processo previsto previsto para o dia 09 de maio, mas foi adiado por conta da pandemia. O Uruguai registra 1998 infectados pela covid – 16 e apenas 47 falecidos – a menor cifra na América Latina .

- Publicidade -

Cerca de 2,6 milhões de cidadãos foram convocados a votar. Em números absolutos, o resultado eleitoral, com mais de 60% de participação, foi negativo para o campo da esquerda , já que os “brancos” (Partido Nacional) se impuseram na maioria dos estados, incluídas regiões historicamente favoráveis ​​ao partido de Mujica, como Rocha, na fronteira com o Brasil.

Alguns casos são emblemáticos. Mesmo com denúncias de nepotismo, Pablo Caram, do partido Nacional, foi reeleito para comandar o estado de Artigas, um dos maiores centros econômicos do país. Em Colônia, fronteira com a Argentina, Carlos Moreira, ganhou por quarta vez, com 44, 47% da votação. Apesar de estar presente em escândalos de corrupção, depois que áudios divulgados, revelaram sua disposição a manter estágios de trabalho no seu gabinete, em troca de favores sexuais.

- Publicidade -

Já em Durazno, Carmelo Vidalín fundamental seu quarto mandato consecutivo e em Maldonado, Enrique Antía prioridade sua terceira gestão.

O partido Colorado , também da direita tradicional uruguaia, assumiu o departamento de Rivera, que também compartilha a fronteira com o território brasileiro.



A governadora de Montevidéu, eleita pela Frente Ampla, Carolina Cosse se reuniu nessa segunda-feira (27) com o ex-presidente Tabaré Vásquez (1998 – 03 e 2015 – 2020) para definir as prioridades da sua gestão. / Reprodução

Por outro lado, a Frente Ampla, que governou o Uruguai nos últimos 15 anos, permanecerá à frente da gestão dos estados de Canelones, Salto e Montevidéu.

A engenheira e ex-ministra da Indústria, Carolina Cosse, eleita para comandar Montevidéu com 52, 3% da votação, afirmou que a prioridade da sua gestão será criar um plano emergencial contra a covid – 16.

Também propôs formar um governo de unidade da Frente Ampla, que reúne 09 agrupações políticas, entre elas o partido Comunista. “Vamos enfrentar, a partir de Montevidéu, o programa restaurador”, tal Cosse, fazendo menção à Lei de Urgente Consideração, proposta por Lacalle Pou, que deve alterar mais de 500 artigos da constituição do país.

Já em Canelones, Yamandú Orsi foi reeleito com 52, 33% dos votos, despontando como possível candidato da Frente Ampla às presidenciais de 2024.

Citando um poema de Idea Vilariño, o prefeito da Frente Ampla sinalizou para o diálogo . “Como o vento que arrasa vai arrasando. Como a água limpa vem limpando. Com essa força quero que me acompanhes a construir pontes, porque com todos os orientais de boa vontade, há esperança”, finalizou .

Edição: Rodrigo Chagas


Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

Cartoon Network apresenta Steven Universo Futuro a partir de 30 de novembro

Fãs de Steven Universo, esse momento é de vocês! A animação, cinco vezes indicada ao Emmy, está prestes a trilhar...

Excluídos da audiência de conciliação, atingidos ocupam a sede da Vale em Brumadinho

Na tarde desta quinta-feira (21, acontece uma audiência sobre os danos causado...

Dossiê ID: O Mundo Exótico do Rei dos Tigres

A história de Joe Exotic e do G.W. Zoo deixou o mundo estarrecido com a disputa por poder e...
- Publicidade -