21.1 C
Rio de Janeiro
sábado, outubro 31, 2020
- Publicidade -

Casos diminuem e PE retoma comércio de praia e aulas presenciais em faculdades

- Publicidade -
- Publicidade -
- Advertisement -

A semana de 24 a 30 de agosto reafirmou a tendência de desaceleração da pandemia do novo coronavírus em Pernambuco. Desde o início de agosto, o registro de novos casos tem caído, enquanto o número de óbitos por covid-19 apresenta tendência de queda desde junho. O Governo do Estado autorizou, a partir desta segunda-feira (31), a retomada do comércio de praia, a volta das aulas no ensino superior, o avanço das etapas de retomada das atividades econômicas em municípios do interior e o turismo no arquipélago de Fernando de Noronha.

A semana que terminou no domingo (30) foi a 25ª semana com transmissão do novo coronavírus em Pernambuco (35ª semana epidemiológica no Brasil). Foram registrados 5.954 novos casos (228 a menos que na semana anterior), 184 mortes (são 18 óbitos a menos que na semana anterior) e 5.529 pessoas se recuperaram da doença. Com estes números, Pernambuco somou, até este domingo, 125.094 casos. Destes, 7.574 resultaram em vítimas fatais (taxa de letalidade de 6,05%), outros 105.859 já estão recuperados (84,62%) e com anticorpos, enquanto outras 11.661 (ou 9,32%) seguem com vírus ativo, em tratamento doméstico ou hospitalar. 

Com mais de 125 mil casos, Pernambuco responde por 3,24% dos casos do país. O estado tem confirmação de que pelo menos 1,31% de sua população foi contaminada pelo novo coronavírus. Considerando uma subnotificação de até seis vezes, estima-se que 7,85% (ou mais de 750 mil) dos pernambucanos tenham tido contato com o vírus. Na região Nordeste, o total de diagnósticos até o domingo era de 1 milhão 142 mil 454 casos, com 34 mil 958 mortes (taxa de letalidade de 3,06%).

Com subnotificação estimada em quatro vezes, número de nordestinos que já tiveram contato com o vírus deve superar os 4,5 milhões (ou 8,1% da população). A região responde por 29,6% dos casos do Brasil. No país, são três milhões 862 mil 311 casos, dos quais 120 mil 828 resultaram em mortes (3,13%), isso significa que pelo menos 1,84% da população já foi contaminada. Com a subnotificação estimada em até quatro vezes, mais de 15 milhões de brasileiros (ou 7,3% da população) podem já ter se contaminado.




Pernambuco responde por 3,24% dos casos no Brasil; letalidade da covid-19 entre os casos detectados no estado é de 6,05% / Brasil de Fato Pernambuco

Os dados colocam a semana de 24 a 30 de agosto como a semana com menor número de mortes (184) por covid-19 nos últimos quatro meses. A última semana com número abaixo deste foi a semana de 13 a 19 de abril (semana epidemiológica nº 6 de Pernambuco e 16ª semana do Brasil), quando foram registradas 131 mortes no estado. Na semana seguinte, o número (199 mortes) já foi superior ao atual. Mas naquelas semanas os novos casos ainda eram abaixo dos dois mil, enquanto nesta última semana de agosto foram contabilizados quase seis mil novos casos.




Número de mortes por covid-19 em Pernambuco na última semana foi o menor dos últimos 4 meses / Brasil de Fato Pernambuco

Como a doença tem ciclo de duas a três semanas, as pessoas que buscam diagnóstico são, em sua maioria, as que estão com sintomas, o que significa que o contágio ocorreu há pelo menos uma semana. Assim, entende-se que o número de novos casos diz mais sobre as duas semanas anteriores do que sobre a semana em curso.

A semana que terminou no domingo (30) foi a com menos registros em 2 meses e meio. Os 5.954 novos casos colocam esta como a melhor semana epidemiológica (nº15), quando Pernambuco diagnosticou 6.852 novos casos de covid-19. Nas duas semanas anteriores (semanas 14 e 13, na primeira quinzena de junho), os números foram bem abaixo da tendência, por ser a quinzena logo após o período de quarentena rígida, então foram as semanas em que o registro foi de 5 mil e 5,8 mil novos casos. Nas semanas 12, 11 e 10 (todas em maio), os números de novos casos superam os desta última semana de agosto.




Semana teve menor número de mortes desde abril e menor número de novos casos desde junho. / Brasil de Fato Pernambuco

Crianças


Durante a coletiva de imprensa da última quinta-feira (27), o secretário André Longo falou sobre o crescimento de casos de covid-19 entre crianças. “Temos notado nesta última semana uma maior procura de emergências de pediatria. Mas apenas ¼ dos casos respiratórios agudos em crianças é covid-19. A maioria são outros vírus. Os pais estão saindo mais e trazendo vírus para casa, às vezes saem com as próprias crianças, que acabam mais expostas”, disse o secretário, que pontua ainda que, entre os casos graves de covid-19, apenas 2,5% foram em crianças de até 11 anos.

A ocupação de leitos para este público está mais elevada a cada semana. “Os leitos de enfermaria destinados a bebês e crianças está com ocupação de 72%. Já as UTIs pediátricas estão com ocupação de 90%. Estamos em contato com serviços de referência em pediatria para abrir novos leitos e garantir uma reserva de vagas e estarmos preparados para volta das atividades escolares”, disse o secretário. Longo também criticou a falha de fornecimento, por parte do Ministério da Saúde, da imunoglobulina, utilizada no tratamento da covid-19 e outras síndromes. “O secretários de saúde estão preocupados. É uma demanda de todos os estados e municípios. Mas nós como estado estamos em contato com o fornecedor para comprarmos ao menos mil ampolas, que nos garantem por 30 dias”, afirmou.

Reabertura


Nesta segunda-feira (31) a Região Metropolitana do Recife (RMR) e a Zona da Mata avançam para a fase 8 do cronograma de retomada das atividades econômicas, com permissão para os serviços de escritório funcionarem com 100% da capacidade. O funcionamento de museus e espaços de exposição, antes previsto para a “fase 9”, foi antecipado e já é permitido, mas os estabelecimentos ainda não reabriram porque as prefeituras devem estabelecer protocolos que os estabelecimentos devem seguir. Nesta segunda, também foi anunciada a permissão para a volta das aulas presenciais no ensino superior a partir da próxima terça-feira (8 de setembro), com 25% da capacidade, ampliando a quantidade de estudantes nas semanas seguintes: 50% (a partir do dia 14), 75% (dia 21) e 100% (dia 28). A permissão é válida para a RMR, Agreste e região de Petrolina.




Etapas 8 e 9 do Plano de Convivência / Governo de Pernambuco




Etapas 10 e 11 do Plano de Convivência / Governo de Pernambuco

Também foi autorizada a retomada dos comércios das praias. “As prefeituras têm que fazer a fiscalização, verificar  se há respeito aos protocolos. Só é permitido um guarda-sol e até quatro cadeiras por cada área de quatro por quatro metros e todos usando máscaras”, cobrou o secretário estadual de Saúde, André Longo. Ele garante que a taxa de transmissão do vírus (“R”) está abaixo de 1 em todo o estado.

A Secretaria Estadual de Trabalho e Emprego está oferecendo uma linha de crédito para comerciantes das faixas de areia do litoral pernambucano. São créditos de até R$3 mil a serem pagos em até 15 vezes, com até três meses para começar a pagar e juros de 1,49%. Os comerciantes que já forem Microempreendedores Individuais (MEI) podem obter crédito de até R$5 mil. As unidades do Expresso Empreendedor em Petrolina, Caruaru, Ipojuca e Recife voltaram a funcionar na semana passada.




Avanço do plano de retomada das atividades econômicas (31 de agosto) / Governo de Pernambuco

Enquanto isso os municípios da região Agreste do estado (exceto Garanhuns) avançaram para a fase 7. Nela, bares, restaurantes e lanchonetes podem funcionar até as 22h. Todo o Sertão e parte do Agreste se mantêm na etapa em que já estavam. As regiões de Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Serra Talhada, Afogados da Ingazeira e Petrolina se mantêm na etapa 6, em que já podem funcionar polos comerciais, academias de ginástica, bares, restaurantes e lanchonetes, mas todos com horários restritos e apenas 50% da capacidade de clientes, além de obediência a todos os protocolos.

A região de Ouricuri (no Sertão) é a que ainda apresenta índices mais elevados de espalhamento do vírus, sendo necessário se manter ainda na “etapa 4” da reabertura, em que podem funcionar serviços públicos de atendimento, shopping centers (com restrição de capacidade e horários), varejo de rua (horário limitado) e construção civil (100%). Esta semana completa-se 3 meses desde o início do cronograma de reabertura no estado.




Etapa 4 do “Plano Estadual de Convivência com a covid-19” / Governo de Pernambuco

Fernando de Noronha


O arquipélago de Fernando de Noronha voltou a receber turistas na segunda-feira (31). No entanto, só poderão acessar a ilha aqueles que já tenham tido covid-19. Ao pagarem a taxa de preservação ambiental (TPA), que agora é feita antecipadamente e via internet, o comprovante de pagamento deverá ser enviado junto com os exames comprovando que a pessoa já teve covid-19 e está recuperada. Devem ser mostrados exames RT-PCR positivo ou IGG positivo, ambos datados de pelo menos 20 dias antes.

Também foi autorizada a realização da “Regata Recife Fernando de Noronha” (REFENO) para o mês de outubro. Na Ilha não há transmissão comunitária há mais de um mês, com os casos sempre chegando através dos voos do Recife. Está em 95 o total de casos diagnosticados em Fernando de Noronha, com 93 deles já recuperados e dois em tratamento. Nenhuma pessoa faleceu. Outros cinco possíveis casos estão em investigação, aguardando resultado de exames.

Fonte: BdF Pernambuco

Edição: Monyse Ravena


- Publicidade -

Veja Também

Últimas Notícias

- Publicidade -

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Réveillon Rio 2021 será pago integralmente pela iniciativa privada

SRCOM foi a única empresa a apresentar proposta, com projeto que cumpre todos os requisitos exigidos pela Riotur, para a virada carioca

Alunos e professores de escolas públicas do Rio poderão ganhar ingressos para eventos

Projeto de lei prevê a doação por parte das empresas que recebem incentivos fiscais

Megaoperação no Complexo da Maré dura mais de 10 horas; mulher grávida é baleada

Moradores do Complexo de favelas da Maré amanheceram nesta terça-feira, 27, com uma megaoperação policial em suas portas. A operação começou por volta das 5h...

Rio de Janeiro inicia censo da população em situação de rua

Com o censo, a Prefeitura espera sensibilizar Justiça, Mninistério Público e Defensoria Pública para, juntos com o Município, desenvolver ações para reinserir essas pessoas no mercado de trabalho.

Shopping Jardim Guadalupe inaugura nova sede do Blindando Vidas

Projeto oferece aulas gratuitas de artes marciais para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade desde 2017
- Publicidade -