24.5 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, outubro 21, 2020
- Publicidade -

Operação Hidra de Lerna desarticula célula de facção criminosa no Amapá

- Publicidade -
- Publicidade -

Macapá/AP – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (25/01) a Operação Hidra de Lerna*, para desarticular facção criminosa, atuante em todo território nacional, responsável pela prática de tráfico de drogas e armas, assaltos a estabelecimentos comerciais e outros crimes no estado do Amapá.

A operação conta com apoio da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública no Amapá – SEJUSP/AP, da Polícia Militar, por meio do Batalhão de Operações Especiais – BOPE, e do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá – IAPEN, por meio do Grupo Tático Prisional – GTP.

- Publicidade -

Cerca de 100 policiais, entre federais, militares e agentes penitenciários, dão cumprimento a 11 mandados de prisão preventiva e 11 mandados de busca e apreensão, tanto no IAPEN como em residências nos municípios de Macapá/AP e Amapá/AP.

A ação é um desdobramento da Operação Distúrbio, realizada pela Polícia Federal em setembro de 2018, que identificou estreitas ligações dos investigados com líderes da facção em outros Estados. Com o decorrer da investigação foi identificada, após a transferência do ex-líder para o presídio federal, a mudança no controle da facção no estado para outros dois detentos.

- Publicidade -

Uma das medidas concedidas pela Justiça Estadual foi a transferência desses dois detentos do IAPEN para um presídio federal.  Alguns mandados estão sendo cumpridos no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (IAPEN), de onde as lideranças regionais planejavam e controlavam a execução dos crimes.

Os investigados responderão, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de tráfico de drogas e integrar organização criminosa. Se condenados, as penas somadas podem chegar a 23 anos de reclusão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

[email protected]

www.pf.gov.br

Contato:  (96) 3213-7500

 

O termo Hidra de Lerna, na mitologia grega, era um monstro que habitava um pântano junto ao lago de Lerna. A Hidra tinha corpo de dragão e várias cabeças de serpente. Segundo a lenda, as cabeças da Hidra podiam se regenerar; algumas versões dizem que, quando se cortava uma cabeça, cresciam duas em seu lugar.

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

- Publicidade -