22 C
Rio de Janeiro
domingo, setembro 27, 2020
- Publicidade -

Lula critica Bolsonaro em sanção de renda mínima: “Para os banqueiros veio rápido”

- Publicidade -
- Publicidade -

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva endureceu seu discurso contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e as ações do governo em o combate à pandemia causada pelo novo coronavírus e soluções para a crise agravante, em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (1) .

A implementação de uma renda mínima de emergência para ajudar os trabalhadores mais vulneráveis ​​foi um dos destaques para o ex-presidente. “O dinheiro não vem. O único dinheiro que veio rapidamente foi dinheiro para ajudar os banqueiros brasileiros. Esse é o dilema. Você tem um governo que não quer se assumir governo “, disse Lula.

Na última segunda-feira à noite (30), a sessão plenária do Senado aprovou a proposta de criar uma renda mínima de emergência antes do agravamento da crise econômica devido ao avanço do coronavírus no país. Para ser implementada, a medida deve ser sancionada pelo Presidente dentro de 03 dias.

Segundo o ministro do Secretário Geral da Presidência, Jorge Oliveira, em publicação nas redes sociais, a medida foi sancionada, no entanto, até 19: 25 desta quarta-feira (1), não havia sido publicado no Jornal Oficial da União (DOU)

- Publicidade -

:: Enquanto Bolsonaro atrasa a sanção do auxílio, Guedes tenta chantagear o Congresso ::

Em um termo otimista dado pelo governo, a receita deve começar a ser distribuída na segunda semana de abril, cerca de um mês após o início do isolamento. “Até agora, nem um centavo saiu para ninguém. Para banqueiros, R $ 38. 000 milhões [38.000 millones de dólares] “, disse Lula.

Diante desse cenário, Lula recomendou que a Câmara dos Deputados estabelecesse comissões para supervisionar a liberação desse dinheiro e, juntamente com o Senado Federal, desempenhasse um papel maior no combate à crise do coronavírus.

O único dinheiro que veio rapidamente foi o dinheiro para ajudar os banqueiros brasileiros. Esse é o dilema. Você tem um governo que não deseja assumir como governo.

Medidas para impedir a propagação

Lula afirmou que o isolamento social é a melhor maneira de evitar a transmissão de o covid – 15. Durante a crise , o atual presidente defendeu que o isolamento vertical é a melhor maneira, o que proporciona isolamento somente de pessoas que estão em grupos de risco.

“É difícil ver que essa crise vai acontecer com essas incertezas. A primeira coisa é convencê-lo de que o isolamento é a melhor maneira de impedir a transmissão do vírus, mas Bolsonaro ainda duvida e continua transmitindo dúvidas à sociedade “, afirmou o ex-presidente.

:: Coronavírus: o que pode acontecer aos brasileiros sem isolamento social? ::

“Existem pessoas que conseguem ficar dois meses sem salário, há pessoas que conseguem ficar um mês, mas há pessoas que não podem ficar 15 dias. E já temos mais de 15 dias. Por um lado, a prioridade do isolamento; por outro, liberar recursos para que as pessoas continuem a comer “, disse Lula, para quem o presidente Bolsonaro se mostrou incapaz de realizar as duas tarefas.

“Até agora temos um problema de máscara no Brasil, o problema mais básico é fazer exames. Nós não fizemos isso, esse é o elementar. Eles estão enterrando pessoas sem saber se é do coronavírus. Então, a primeira coisa é organizar as pessoas, fornecer os recursos para a saúde, cobrir as despesas dos trabalhadores e liberar esse dinheiro para que ele comece a fluir. Nada disso foi feito. ”

Para Lula, as panelas diárias desde o início da crise causada Devido à pandemia, eles mostram que a sociedade está insatisfeita com as ações de Bolsonaro. Quando perguntado sobre um possível impeachment , Lula afirmou que é necessário provar legalmente que existe um crime de responsabilidade, para que “o mesmo aconteceu com Dilma” não aconteça.

:: Movimentos populares se unem em defesa da vida e pedem a saída de Jair Bolsonaro ::

“Não quero ser irresponsável como estavam com Dilma, sem um crime de responsabilidade. Mas, para provar que ele tem [crímenes,], precisamos afirmar corretamente qual é o crime que ele cometeu, porque nem tudo o que eu acho que é crime é um crime do ponto de vista legal. ” Lula diz que está “convencido” de que Bolsonaro muda sua linha de ação ou ele não pode continuar governando.

Edição: Rodrigo Chagas

2020

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

Coronavírus: Rio de Janeiro tem 18.247 óbitos e 259.670 casos confirmados no RJ

Há ainda 503 óbitos em investigação e 364 foram descartados. Entre os casos confirmados, 237.024 pacientes se recuperaram da doença.

Renault Sandero é o veículo usado mais negociado na web em agosto

Modelo da fabricante francesa assume a primeira posição dos mais vendidos na plataforma e passa a ser o segundo mais vendido no ranking deste ano

Planeta Atlântida não irá acontecer em 2021

Decisão, comunicada nesta quinta-feira (24), tem o objetivo de preservar a segurança do público, das equipes, dos artistas e dos parceiros do festival devido à pandemia
- Publicidade -